São Sebastião do Igapó Açú realizou 2ª Festa do Boto-Cor-de-Rosa

By -

festa-do-boto-cor-de-rosa-03No último sábado (13), os moradores da Comunidade de São Sebastião do Igapó Açú, localizada no quilômetro 245 da BR-319, realizaram a 2ª Edição da Festa do Boto Cor de Rosa. A ocasião contou com atividades como pesca esportiva, torneios de futsal, natação, apresentação de grupos musicais da localidade, além da ação de educação no trânsito promovida pela Associação “Amigos e Defensores da BR-319”.

Segundo o organizador do evento, Fernando dos Santos, a proposta principal era aumentar o fluxo de veículos pela comunidade, que estava completamente isolada há meses atrás. “Com esse evento buscamos movimentar a BR-319 e a economia local, beneficiando todos da comunidade e, principalmente, melhorando as condições da nossa escola, que está em uma situação precária. Em novembro do ano passado realizamos a primeira edição. Nesse ano transferimos a data para agosto, pois o verão beneficia a trafegabilidade na estrada”, explicou.

festa-do-boto-cor-de-rosa-01Rodovia com boas condições de trafegabilidade

Atualmente a BR-319 conta com boas condições de tráfego de veículos em comparação a meses anteriores. Os ganhos começaram em abril deste ano após a liberação da licença ambiental de manutenção da rodovia, emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Quem confirmou tal evolução foi o diretor da empresa Aruanã Transportes Ltda, Ederson Guimarães. Atualmente a empresa possui rotas para Humaitá, Manicoré, Lábrea e até Porto Velho (RO). “A cada dia aumenta o fluxo de passageiros e isso já é uma grande conquista. Hoje nós vimos três ônibus se encontrando na estrada, o que era difícil há um ano atrás. O trecho do meio (quilômetro 250 a 655,7) ainda é um desafio. A estrada oferece condições limitadas e os motoristas sempre relatam que têm dificuldades”, contou.

festa-do-boto-cor-de-rosa-02I Comando de Educação para o Trânsito

Na ocasião, a Associação “Amigos e Defensores da BR-319: Um Direito Nosso” realizou uma ação de conscientização com motoristas que passavam pela localidade. Segundo o representante da Associação, Pedro Fernandes, é necessário ter cuidados básicos para evitar acidentes na rodovia, que ainda oferece riscos devido ao seu atual estado.

“O nosso propósito hoje é conscientizar os usuários da rodovia de modo que utilizem-se dela dentro de suas limitações. É preciso considerar que o trecho do meio não é pavimentado e isso nos obriga a ficar atentos quanto à velocidade do tráfego, condições do veículo, uso do cinto de segurança, limite de peso total bruto dos veículos de carga, passageiros e, principalmente, o cuidado com os animais silvestres”, explicou.

Pedro ainda contou que ações como essa auxiliam moradores e usuários da estrada a denunciarem focos de desmatamento e agressões ao meio ambiente. “Também precisamos conversar com os usuários sobre outros assuntos como manter a rodovia limpa, não jogar lixo em suas margens e denunciar casos de desmatamento. O que queremos, de fato, é uma rodovia com uma boa condição de trafegabilidade, que atenda às necessidades da população, mas que a floresta também seja preservada”, finalizou.

Roberto Brasil