Sangria nos cofres de Coari com reintegração de procurador

By -

PREFEITUA-COAR-SANGRIA

A reintegração do advogado Aldo Evangelista Soares no cargo de procurador de Coari vai onerar os cofres públicos desse município em quase R$ 500 mil. A determinação foi decretada pelo prefeito Adail Pinheiro baseada em Lei Complementar (LC) criada há três anos. Soares foi exonerado na administração Mitouso. Pinheiro quando reintegra Soares ao cargo de procurador sinaliza que o advogado tem direito a receber os salários atrasados que, somados atingem a quantia de quase R$ 500 mil. O afastamento de Soares se deu em dezembro de 2010. O prefeito entende que o afastamento do advogado foi ilegal, porque ficou sem receber seus salários, daí decretar o ressarcimento baseado na LC e no Estatuto do Servidor Público.///Anny MargarethEspecial para o BLOGdaFLORESTA

Redação