Rossieli recebe título de Cidadão do AM e disse que irá priorizar infraestrutura das escolas no interior

By -
Sec. Rossieli Soares

Sec. Rossieli Soares

Nesta terça feira (29), numa sessão especial da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB-MEC), Rossieli da Silva Soares, recebeu o Título de Cidadão do Amazonas. O reconhecimento foi de iniciativa do Ex-Deputado Chico Preto (PMN) conforme o Projeto de Lei nº 252/2013. 

Natural de Santiago (RS) nasceu em 1978, é casado com a arquiteta Meglen Vallau da Silva. Secretário de Educação Básica do MEC desde maio de 2016, Rossieli exerceu o cargo de secretario de Estado de Educação do Amazonas no período de agosto de 2012 até maio de 2016. 

Uma historia de amor à educação 

Os resultados alcançados pela Rede Pública Estadual do Amazonas (2012 a 2016) foram notados pela melhoria e maior diversificação dos serviços, na valorização dos profissionais da educação estadual, na expansão da rede escolar (tempo integral) e na significativa evolução dos indicadores de qualidade expressos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O Amazonas foi o Estado que teve o maior crescimento no Ensino Médio, entre as redes estaduais, no Ideb 2015, saindo de 3,0 em 2013 para 3,5 em 2015. 

O secretario de educação, Rossieli relatou a historia de trabalho e reconheceu que a homenagem é para todos os que ajudaram a construir esta historia de amor à educação, cada funcionário, professor e aluno. “Eu escolhi viver aqui e recebo essa homenagem com muita responsabilidade de ajudar cada vez mais o Amazonas”, salientou.

Infraestrutura será prioridade

Na oportunidade o Secretario Rossieli disse “Educação é muito grande e complexa, é das áreas que chega mais no cidadão, no Amazonas temos muitas dificuldades, muita coisa a fazer, muitas escolas que precisam melhorar, tem escolas de madeira, pequenas, mas mesmo assim tem um professor a família apoiando, fazendo a diferença”. 

“O item de infraestrutura e construção de novas escolas deve ser priorizado nos municípios do interior, mas temos também um olhar forte para o pedagogo, para poder melhorar a qualidade da educação”, informou.  (Mercedes Guzmán – Fotos: Áida Fernandes)

Roberto Brasil