Reunião de pescadores discute aposentadoria e abandono do Terminal Pesqueiro

By -

Segundo Walzenir Falcão, os pescadores poderão dar entrada no pedido de aposentadoria nas sedes das colônias em breve

Pescadores de Manaus participaram nesta sexta-feira (06) da reunião mensal promovida pela Colônia dos Pescadores de Manaus (Z-12) e pela Federação dos Pescadores do Amazonas (Fepesca-AM).

O encontro aconteceu no Terminal Pesqueiro de Manaus, no bairro de Educandos, onde pescadores receberam informações sobre a Reforma da Previdência que está em tramitação no Congresso Nacional.

O presidente da Fepesca-AM, Walzenir Falcão, que também comanda a Confederação Nacional dos Pescadores (CNPA), disse que está fechando uma parceria com a Previdência Social. O objetivo é diminuir a burocracia que dificulta o acesso dos pescadores à aposentadoria.

“Em breve, os pescadores poderão dar entrada no pedido de aposentadoria nas sedes das colônias. A parceria com a Previdência Social vai beneficiar milhares de trabalhadores da pesca em todo Brasil”, afirmou Walzenir.

O presidente da Colônia de Pescadores de Manaus, Miguel Falcão, disse que estelionatários estão de olho na aposentadoria dos pescadores. “Existem bandidos intermediando o pedido de aposentadoria dos pescadores. Quando o dinheiro sai, estes ladrões ficam com parte da aposentadoria”, denunciou Miguel.

Para dar entrada no pedido de aposentadoria, os pescadores podem procurar a colônia Z-12, que orientará os trabalhadores a obter o benefício. “Estamos preparados para atender todos os pescadores que estão em condições de se aposentar. A consultoria faz parte dos serviços oferecidos pela colônia Z-12”, acrescentou Miguel.

Administração do Terminal Pesqueiro

Outro assunto discutido na reunião foi a má conservação do Terminal Pesqueiro de Manaus. O local, que é administrado pela prefeitura, encontra-se sucateado, com lâmpadas queimadas, grades e pisos enferrujados, telhado com goteiras e sistema elétrico danificado.

“O Terminal Pesqueiro foi construído com dinheiro do povo, o que inclui os pescadores”, ressaltou Walzenir Falcão. “Hoje o Terminal está abandonado! Os pescadores mal conseguem parar os barcos para descarregar o pescado”, denunciou Walzenir.

Para resolver o problema, a Confederação Nacional dos Pescadores e a Fepesca-AM já encaminharam à Prefeitura de Manaus e ao Ministério da Agricultura o pedido para administrar o Terminal Pesqueiro. “Estamos aguardando uma decisão da prefeitura e do ministério. Estou confiante que em breve o Terminal Pescadores será administrado pelos próprios pescadores”, completou Walzenir Falcão.

Roberto Brasil