Relatório de situação das lixeiras clandestinas foi entregue ao Prefeito de Manaus

By -
“É positiva a ação da Comissão de Meio Ambiente ao proibir a prática dos lixões", frisou Wilker Barreto

“É positiva a ação da Comissão de Meio Ambiente ao proibir a prática dos lixões”, frisou Wilker Barreto

Da Redação – Nesta quarta feira (08), na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o Secretario Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Paulo Farias entregou, ao Prefeito em exercício, Wilker Barreto, um relatório sobre as lixeiras clandestinas do município. A solicitação do documento foi dos vereadores Everaldo Farias e Vilma Queiroz, que compõem a Comissão de Vigilância Permanente da Amazônia de Meio Ambiente.

“É positiva a ação da Comissão de Meio Ambiente ao proibir a prática dos lixões e a algumas empresas que se diziam coletar lixo e que agora como fruto da pressão exercida, algumas delas já recuaram nesta prática”, disse o Prefeito de Manaus, Wilker Barreto.

A preocupação é com a saúde da população e o meio ambiente, ressaltou Vilma Queiroz

A preocupação é com a saúde da população e o meio ambiente, ressaltou Vilma Queiroz

“A solicitação do relatório foi feita na audiência pública realizada na CMM pela Comissão de Vigilância Permanente da Amazônia e Meio Ambiente e a Semulsp, fez um levantamento das lixeiras clandestinas e alguns envolvidos foram identificados e estão no relatório entregue” disse o Secretário, Paulo Farias.

Explicou ainda que o documento indica que são três aterros clandestinos na cidade, agora a partir deste trabalho a CMM vai determinar uma regulamentação para melhorar a situação de limpeza ambiental da cidade e será realizada uma visita “in loco” nestes lugares identificados.

De acordo com a vereadora Vilma Queiroz, a preocupação é com a saúde da população e o meio ambiente. E a necessidade de regularização e adequação das empresas. Cada um cumprindo o seu papel para que o bem comum prevaleça. (Mercedes Guzmán)

Roberto Brasil