Reforma ministerial atingirá 17 pastas, diz Jucá

By -

Segundo o líder do governo no Senado, demissão do ministro das Cidades adianta discussão sobre mudanças na Esplanada (Foto: Beto Barata/PR

líder do governo no Senado, Romero Jucá, afirmou nesta terça-feira (14) que a próxima reforma ministerial do governo de Michel Temer deve alterar os comandantes de 17 das 28 pastas da Esplanada. Na avaliação de Jucá, o pedido de demissão Bruno Araújo (Cidades) “precipita” as alterações.

“A saída do ministro da Cidades precipita a discussão da reforma ministerial, tendo em vista que há ministério vago. Temer está avaliando e discutindo como vai fazer. Será uma reforma ampla, 17 ministérios vagos no prazo que o presidente determinar. Ele quem vai definir o ritmo”, escreveu Jucá em sua conta no Twitter.

De acordo com a revista Veja, Temer anunciou na segunda, por meio de comunicado, que a reforma “estará concluída até meados de dezembro”. O peemedebista é pressionado por membros do chamado Centrão, que querem ganhar espaço ocupado por ministros tucanos.

Além de Araújo, os outros membros do PSDB na gestão Temer são Aloysio Nunes Ferreira (Relações Exteriores), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Luislinda Valois (Direitos Humanos). / Fonte: Notícias ao Minuto

Roberto Brasil