Rede escolhe nova direção e abre o diálogo político para 2018

By -

Após dois dias de debates que marcaram a III Conferência Estadual, realizada no último final de semana, a Rede Sustentabilidade no Amazonas, renovou a sua direção com a escolha dos porta-vozes, a assistente social Bete Maciel e o professor Erick Nogueira. Em meio à discussão de ideias e teses, o partido alcançou consenso e se fortalece para a construção de um projeto político inovador para o Amazonas e para o Brasil. 

A abertura do encontro contou com a presença do vereador Chico Preto (PMN) e da presidente do PSOL, Pedrinha Lasmar, que ao lado do deputado Luiz Castro, sinalizaram com a possibilidade de alianças para 2018. O encontro reuniu a militância, lideranças partidárias do interior do Estado, ativistas sociais e ambientalistas. 

A nova executiva estadual, que atuará nos pelos próximos dois anos, foi eleita com 28 membros, dos quais, a metade são mulheres, que terão papel importante no Grupo de Trabalho Eleitoral, que vai trabalhar as estratégias para as próximas eleições. 

A Rede apoiará as candidaturas cidadãs, com legitimidade nos segmentos sociais do Estado, bem como se empenhará na manutenção dos mandatos de seus parlamentares e fortalecerá a candidatura de Marina Silva para a presidência da República. 

Também foram escolhidas as Coordenações Executiva, Financeira, de Organização, de Comunicação e de Formação Política. Na Comissão de Ética atuarão as militantes Georgia Araújo, Muriel Saragoussi e Luciana Valente. 

Como delegados ao congresso nacional da Rede, que será realizado em Brasília em 2018, foram escolhidos o deputado Luiz Castro, Muriel Saragoussi, Bete Maciel e Erick Nogueira.  

O encontro contou ainda com a presença do coordenador nacional de organização da Rede, Tacius Fernandes.

Roberto Brasil