Reação do Observatório do Clima sobre resultado do evento de ratificação do Acordo de Paris na ONU

By -

observatorio_do_clima_3_1_0

“A ratificação do Acordo de Paris por 31 países simultaneamente nesta quarta-feira é mais um recorde de adesão batido pelo tratado climático, que ruma para entrar em vigor quatro anos antes do prazo. No entanto, o sentido de urgência manifestado por diversos líderes mundiais em seus discursos ontem e hoje na ONU ainda está longe de se refletir em medidas reais de implementação dos compromissos de Paris, eles próprios insuficientes para assegurar a descarbonização da economia e a redução dos riscos da mudança climática.

No caso do Brasil, apesar da rápida ratificação do acordo e do fato de o presidente Michel Temer ter dito na ONU que nós só temos um planeta, o governo parece agir como se tivéssemos mais de um: continuamos avançando o PPI e outras agendas como se não houvesse crise climática e como se não tivéssemos nenhuma responsabilidade sobre ela. A economia do país mudará para sempre após a ratificação, mas o governo aparentemente pensa que ela é apenas um compromisso internacional, desconectado da realidade brasileira.”

 

 

Mario Dantas