PSL terá candidatura própria nas eleições de 2016, afirma Tony Medeiros

By -
Pres. do PSL, Tony Medeiros

Pres. do PSL, Tony Medeiros

Da Redação – O presidente do Partido Social Liberal no Amazonas (PSL-AM), o ex-deputado estadual Tony Medeiros, que na última eleição para deputado estadual obteve 17.179, uma votação expressiva, porém sem conseguir se reeleger, concedeu uma entrevista exclusiva ao Blog da Floresta. Ele afirmou que está reestruturando o partido no Amazonas e para que isso ocorra precisa em primeiro lugar se organizar. No próximo sábado (13), a partir das 9h, no Auditório Belarmino Lins, na Assembleia Legislativa do Amazonas, ocorrerá a eleição do novo Diretorio Estadual do PSL para o Bienio 2015/2017 e também a escolha de Delegados à Convenção Nacional. O ex deputado falou do futuro do PSL para o Blog da Floresta com exclusividade.

Blog da Floresta: Tony Medeiros como esta o PSL no Amazona?

Tony Medeiros: O PSL no Amazonas esta se  organizando para se tornar um grande partido no estado do Amazponas.

BF: O PSL faz parte do governo do estado?

Tony Medeiros: Sim faz parte e apoia.

BF: Como é fazer politica no Amazonas, um estado com dimensões continentais? Existe uma logística muito pesada?

Tony Medeiros – Como eu tive a oportunidade de ser deputado estadual conheço o nosso estado e sei como funciona essa logística toda, mas geralmente se trabalha pela calha dos rios e dessa forma se consegue sim organizar o partido a nível de estado.

TONY MEDEIROS - FOTO AIDA FERNANDES (2)BF: Já têm diretórios municipais em todo o estado?

Tony Medeiros – Ainda não temos, mas até o dia 30 de setembro teremos sim em todos os municipios do Amazonas um diretório do PSL instalado.

BF: Já pensa em lançar candidatos?

Tony Medeiros – O nosso projeto é fazer, no mínimo, um vereador em cada município e três na capital.

BF: O PSL terá candidatura própria para prefeito em Manaus?

Tony Medeiros: Olha, existe uma candidatura própria em Manaus e o meu nome foi colocado a disposição dos eleitores, mas a prioridade é se eleger o maior número possível de vereadores.

TONY MEDEIROS - FOTO AIDA FERNANDES (3)BF:  E nos grandes colégios eleitorais como Manacapuru, Parintins Itacoatiara e Coari?

Tony Medeiros: Nós estamos compondo. Nos estamos tendo a possibilidade de formalizarmos alianças e temos a possibilidade de ter candidatura própria em 16 municípios. Pretendemos seguir o exemplo do PTN e conseguirmos fazer vereadores até darmos ao diretório nacional um deputado federal.

BF: O PSL terá candidatura própia em Parintins, sua cidade natal?

Tony Medeiros: Em Parintins o PSL irá caminhar com o meu irmão, que já foi vice prefeito e tem larga experiência no cargo, o Messias Cursino .

BF: Como está a situação do ex-vereador Massami Miki, que ja foi presidente da legenda e hoje é um rebelde no partido, não seguindo as determinações e orientações do diretorio estadual?

Tony Medeiros: O presidente nacional do nosso partido é um homem sério, um homem descente que nunca vendeu o partido nunca negociou o PSL. Eu diria que essa mudança aconteceu com o apoio do diretorio nacional, não existe nada obscuro não.

TONY MEDEIROS - FOTO AIDA FERNANDES (5)BF:  Nas eleições passada o Tony Medeiros e o PSL marcharam e deram apoio ao governador José Melo do PROS en1uanto Massami Miki apoiou uma candidatura oposta, e como ficou a situação do vereador no partido?
Tony Medeiros: É uma situação muito complicada. a legenda se fragmentou e se fragilizou, mas temos que olhar o hoje olhar pro futuro e não olhar pro passado.

BF: E porque o partido não quis brigar pelo cargo de vereador com o edil rebelde?

Tony Medeiros:  Nos preferimos avançar no entendimento  mas infelizmente o desfecho não podera ser o esperado.

BF: O PSL está aberto a novas filiações?

Tony Medeiros: Estamos inclusive fazendo campanha para novas adesões em todo o estado.  (Kennedy Lyra – Fotos: Áida Fernandes)

Roberto Brasil