Protestos contra a lei da terceirização pelo Brasil

By -

manifestacao-brasiliaSindicatos fazem nesta sexta-feira (29) protestos pelo país contra o ajuste fiscal, que tem gerado mudanças nos direitos trabalhistas —parte da empreitada do governo para cortar gastos públicos obrigatórios—, e a nova lei que amplia a terceirização.

Na última terça-feira (26), o Senado aprovou a medida provisória 665, que amplia de seis meses para um ano o tempo de trabalho necessário para a primeira solicitação do seguro-desemprego. Com isso, é esperada economia de R$ 5 bilhões.

A medida também ampliou de um mês de trabalho para três meses ininterruptos o tempo exigido para que o trabalhador receba o abono salarial. A proposta foi aprovada em votação apertada —39 votos a favor e 32 contra—, com resistência da própria base governista no Congresso ao ajuste fiscal.

Outro ponto polêmico é a PL 4330, que amplia a possibilidade de terceirização para as atividades-fim das empresas, e não só para as atividades-meio. Ela já foi alvo de protestos nacionais em abril. Com isso, uma fábrica de automóveis poderia em tese terceirizar não só o pessoal da limpeza, como também os metalúrgicos, por exemplo. FOLHAPRESS

Roberto Brasil