Proposta cria programa para reciclagem de papel nas escolas municipais

By -

Ver. Gedeão Amorim

O vereador Professor Gedeão Amorim, líder do PMDB na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e membro titular da Comissão de Educação, apresentou esta semana na Casa Legislativa, a Indicação N° 156/2017, que solicita da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) a criação em conjunto de Programa de Coleta Seletiva de Papel nas Escolas Municipais.

Gedeão explica que o objetivo da proposta é combater o desperdício do papel nas instituições e sociedade. “Queremos com esse projeto sensibilizar alunos e funcionários das escolas públicas municipais em torno da causa ambiental, desenvolvendo mudanças de atitudes e hábitos em relação ao desperdício e contribuindo cotidianamente para a preservação da natureza e melhoria da qualidade de vida”, declara.

De acordo com o Relatório anual da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), o Amazonas é o quinto estado brasileiro em geração diária de lixo urbano por habitante (0,929 quilos) e o primeiro da Região Norte. O Estado fica atrás, apenas, do Distrito Federal (1.551 quilo), São Paulo (1.346 quilo), Rio de Janeiro (1.268 quilo) e Goiás (0,955 quilo). A média nacional diária é de 0,941 quilos por habitante. “Aqui em Manaus, conforme levantamento realizado em dezembro de 2015 pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), são produzidos em média 1,2 kg de resíduos sólidos por pessoa diariamente e cerca de 2,6 mil toneladas de resíduos são recolhidas por dia na cidade. Somente 1,2% desses resíduos são destinados a reciclagem”, afirma Amorim.

O programa servirá de exemplo prático para os diversos segmentos da sociedade. ”A intenção é começarmos pelas escolas e com essa conscientização atingirmos  condomínios, hospitais, transportadoras, hotéis, e as mais diversas áreas da sociedade. O cuidado com o meio ambiente é um exercício cotidiano de solidariedade, combate ao desperdício e promove uma maior consciência e na sociedade”, finaliza Gedeão.

Mario Dantas