Pronto-Socorro Delphina Aziz ofereceu 8 mil horas de capacitação aos profissionais da Saúde

By -
29.10.2015_Treimaneto ulcera por pressão - turma 2 (12)
A capacitação dos profissionais que atuam no Pronto-Socorro (PS) do Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz é constante e sempre focada na atenção humanizada ao paciente. Em 2015, a unidade pública vinculada a Secretaria de Estado da Saúde (Susam) promoveu mais de 8 mil horas de capacitação por meio de 61 cursos que tiveram mais de 2,6 mil inscritos. Os treinamentos visam eficiência no atendimento e satisfação do usuário da unidade. Para 2016, o número de capacitações ofertadas praticamente irá dobrar.
 
02.10.2015_Treinamento primeiros socorros (20)
O PS Delphina Aziz é administrado pela Organização Social sem fins lucrativos Imed – Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento. As capacitações são voltadas para técnicas de cada área profissional na unidade, enfermagem e nutrição, por exemplo, e, também, com enfoque no campo comportamental. Segundo Angela Chagas, diretora de Recurso Humanos do Imed, a qualidade do atendimento prestado aos usuários depende dos treinamentos e, também, do engajamento de todos os colaboradores.
 
02.12.2015_Seminários - Gestão (324)
“O sucesso das instituições, em especial as relacionadas à saúde, é proveniente da qualidade da integração do capital humano aos objetivos da organização. É necessária uma administração realmente eficaz de pessoas e de recursos. Não depende apenas da educação formal, mas das virtudes pessoais, competências existentes, qualidade da aprendizagem em equipe, atitudes e disposição para realizar cada vez mais”, disse Chagas.
 
O fisioterapeuta Zuingre Santos está atuando na unidade desde setembro e já participou de três capacitações nesses quatro meses. Entre os temas, assuntos específicos da área em que atua, como dor e fisioterapia, e questões comportamentais que refletem no aprimoramento pessoal. “Esses cursos promovem nosso aperfeiçoamento para tratar de forma digna o paciente. A capacitação oras é de técnica com vistas a garantir a melhora da saúde do paciente e oras é focada no comportamento humano, e, nesse caso, somos capacitados para tratar o usuário da nossa unidade da forma humanizada como ele merece”, disse.

 

Mario Dantas