Projeto ‘Vida no Trânsito’ reduz a incidência de acidentes no perímetro de escolas estaduais

By -

IMG_0170

Levando orientações e ações educativas para estudantes do ensino fundamental e médio, o projeto ‘Vida no Trânsito’ teve concluídas suas atividades de 2015 nesta semana. Neste ano, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) o projeto foi desenvolvido em 27 escolas públicas estaduais em funcionamento na cidade de Manaus.

A prevenção a acidentes, divulgação de conceitos sobre civilidade no trânsito, orientações socioeducativas e explanações sobre legislação, em linguagem acessível a crianças e jovens, são alguns dos propósitos do projeto. As ações em benefício dos alunos são promovidas a partir de palestras, oficinas, atividades socioculturais e de formação.

IMG_0172

Aplicado inicialmente em 2014 em sete unidades de ensino, em 2015 o projeto foi ampliado para outras 27 instituições de ensino e beneficiou estudantes matriculados nas escolas estaduais Nilo Peçanha, Francisco Albuquerque, Ruy Araujo, Tiradentes, Adalberto Valle, Djalma Batista, Sant’anna, Sólon de Lucena, Arthur Araujo, Francisca Botinely, Petrônio Portela, Antônio Encarnação, Júlia Bittencourt, Áurea Braga, Vasco Vasques, Demóstines Belduque, Ayrton Senna, Haydee Cabral Lira, Sebastião Augusto, Zilda Arns, Marcantonio Vilaça I, Hilda Tribuzzy, Júlio Cesar Passos, Instituto de Educação do Amazonas (IEA), Colégio Amazonense Dom Pedro II e os Cetis João dos Santos Braga e Elisa Bessa Freire.

IMG_0171

Nesta semana, em atividades realizadas nestas escolas, as iniciativas promovidas no ano letivo de 2015 foram apresentadas em dias temáticos, nos quais os estudantes demonstraram o aprendizado adquirido. Apresentações musicais de cunho educativo, gincanas de conhecimento, exposições de fotos, apresentações de redações, oficinas de leitura instrutiva e teatro de fantoches foram alguns dos recursos utilizados.

Na oportunidade, sob a coordenação de equipes especializadas, os familiares e pais dos alunos também tiveram acesso a palestras de orientação para um trânsito seguro.

De acordo com uma das coordenadoras do projeto no Amazonas, a pedagoga Alessandra Pacheco, todo o trabalho tem auxiliado a reduzir, no perímetro das escolas, a incidência de acidentes envolvendo, sobretudo, pedestres. “As escolas participantes ficam situadas em perímetro de intenso fluxo de trânsito, em locais apontados estatisticamente como de alto risco de acidente. Dessa forma, consideramos o projeto de suma importância para zelar pela vida e segurança das pessoas”, disse a pedagoga.

Alessandra Pacheco afirmou ainda que para alcançar êxito, o projeto envolve um trabalho prévio, que abrange a capacitação dos professores. “Buscamos integrar esforços na intenção de buscar e fortalecer as políticas de prevenção a lesões e mortes no trânsito, que é um dos maiores motivos de morte no país.”, explicou a pedagoga.

Mario Dantas