Projeto que alerta sobre assaltos em ônibus é deliberado na CMM

By -

O plenário da Câmara de Municipal de Manaus (CMM) deliberou o Projeto de Lei nº. 001/2017, de autoria do vereador Hiram Nicolau (PSD), que estabelece a instalação de um sistema de alerta de segurança nos letreiros luminosos dos ônibus que integram o transporte público de Manaus.

O vereador Hiram Nicolau afirma que a ideia surgiu por conta do número alarmante de assaltos em ônibus na capital do Amazonas. Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), 2.767 casos ocorreram até outubro do ano passado. Em 2017 o número já chega a 3 mil. Em média ocorrem cerca de nove crimes por dia.

“Há muito tempo os passageiros de ônibus em Manaus reclamam da falta de segurança. No ano passado um motorista foi morto enquanto trabalhava em um ônibus da linha 560, que foi alvo de criminosos. Essa insegurança não pode continuar porque mais de 800 mil pessoas dependem diariamente do transporte público na nossa cidade, afirmou o parlamentar”.

De acordo com o projeto, o acionamento do alerta de assalto será feito por meio de um botão de acesso exclusivo do cobrador e do motorista. No momento que for acionado, o letreiro luminoso do ônibus informa que o coletivo está sendo assaltado.

Desta forma o alerta de segurança poderá ser percebido por terceiros e também por autoridades da área de segurança para que, se algo de errado ocorrer no interior desses veículos, sejam aumentadas as chances de socorro as vítimas.

O vereador Hiram Nicolau lembra que a população tem um papel fundamental nesse processo.

“A população também pode ajudar informando a polícia imediatamente por meio do telefone 190, para que possa agir rapidamente com maiores chances de evitar possíveis tragédias e deter os infratores, afirmou Hiram”.

O projeto proposto não fere as normas de trânsito existentes no nosso ordenamento, sendo ainda plenamente adaptável de forma rápida, pois usará os letreiros sinalizadores já presentes em todos os ônibus do transporte coletivo na esfera municipal.

Agora o projeto, elaborado para colaborar com a melhoria das condições de segurança dos usuários do transporte público municipal vai a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e a Comissão de Transportes, Mobilidade Urbana e Obras Públicas.

Roberto Brasil