Projeto de coleta seletiva incentiva alunos a recolherem mais de 250 kg de resíduos recicláveis

By -

21-05 - Educação e Limpeza - Foto Deilson Lima (1)

Em duas semanas de ação integrada entre estudantes da Rede municipal de ensino, catadores de resíduos recicláveis e agentes de educação ambiental da Prefeitura de Manaus, um volume de 266 kg de materiais foram recolhidos, porta a porta, nos bairros Terra Nova, zona Norte, e Jorge Teixeira, zona Leste. O material será revertido aos catadores, para fins de reciclagem e duas escolas receberam computadores e lixeiras para continuarem a coleta seletiva.

A ação, realizada de forma coordenada entre as secretarias municipais de Educação (Semed) e Limpeza Pública (Semulsp), reuniu mais de 150 estudantes do 8º e 9º anos, do Ensino Fundamental, das escolas municipais Antônio Moraes e Professora Maria do Socorro Azevedo de Oliveira. A mobilização contou com o engajamento e colaboração de grupos que trabalham com coleta seletiva, como a Associação de Reciclagem e Preservação Ambiental (Arpa), Associação de Catadores de Resíduos (ACR) e grupos de educação ambiental da Prefeitura.

21-05 - Educação e Limpeza - Foto Deilson Lima (2)

As duas escolas receberam o projeto em duas fases. Na primeira, os estudantes receberam orientações sobre a coleta seletiva e a separação do lixo. Em seguida, foram às ruas próximas as escolas para ensinar o que aprenderam aos moradores. “Sair às ruas para falar com as pessoas sobre esse assunto foi muito importante. Aprendemos que é nossa responsabilidade zelar pelo futuro da cidade”, disse Jardeson Batista, estudante que participou da ação.

21-05 - Educação e Limpeza - Foto Deilson Lima (3)

A escola Antônio Moraes foi a primeira a participar do projeto, na semana passada, e conseguiu um volume de 134 kg de resíduos recicláveis. Nesta sexta-feira, 20, a ação foi encerrada na Escola Municipal Professora Maria do Socorro Azevedo de Oliveira, localizada no Loteamento Bairro Novo, Jorge Teixeira, com outro lote de materiais recolhidos pelos jovens, que resultou em 132 kg de recicláveis. “Considero que seja um resultado muito positivo desta ação. O mais importante, no entanto, é ver esses adolescentes interessados e multiplicando esses ideais”, avaliou o secretário Municipal de Limpeza Urbana, Paulo Farias.

Moradora do bairro, Iana Dora elogiou a participação dos estudantes e também colaborou com a coleta. “Muito bom saber que esse material que estamos separando podem dar o sustento para muitas pessoas. Sem falar que essa atitude ajuda o meio ambiente. Estão de parabéns”, opinou.

21-05 - Educação e Limpeza - Foto Deilson Lima (4)

Segundo a coordenadora as Ocas do Conhecimento Ambiental da Semed, Gina Gama, esta ação envolve responsabilidade social, cuidado com o meio ambiente e educação ambiental.  “Esperamos que essa mobilização sirva de lição para que os alunos se tornem agentes multiplicadores e para que possamos construir uma cidade melhor e mais agradável”, declarou.

A iniciativa é resultante de uma emenda parlamentar da vereadora Socorro Sampaio, que destinou R$ 57 mil para que a Semulsp executasse o Projeto “Apoio à Educação Ambiental e à Coleta Seletiva”, com foco nas escolas municipais. Como parte do programa, as escolas receberam uniformes esportivos, computadores e lixeiras para continuar a coleta seletiva, daqui por diante.

Mario Dantas