Professores de Barreirinha decretam greve por cinco dias, a partir desta segunda-feira (12)

By -

img-20160909-wa0110

A partir da próxima segunda-feira, 12 de setembro, mais de 500 professores municipais efetivos e contratados da rede de ensino, decretaram greve no município de Barreirinha. O ato foi definido na manhã desta sexta-feira (9) após uma reunião realizada entre a classe e o Sindicato Municipal dos Professores de Barreirinha (Simprobae) por estarem mais de quatro meses sem receber seus salários.

De acordo com o presidente do Simprobae, Carlos Augusto Marinho da Silva, várias tentativas foram feitas para conseguir uma posição de quando os salários serão regularizados, mas até o momento nenhuma definição por parte do Executivo Municipal. “Várias vezes procuramos o prefeito e a secretária da SEMED e não conseguimos resposta nenhuma sobre o motivo pelo qual estão em atraso nossos salários”, disse. Ele disse ainda, que não entende o porquê isso vem acontecendo uma vez que o repasse destinado ao pagamento de professores é feito rigorosamente. “Para mim não há justificativa para isso porque o repasse é feito todos os meses para a conta da Prefeitura Municipal, e isso é lamentável por que para a questão educacional não há desculpa, é um setor essencial, sem justificativa de atraso nos salários”, completou o professor que leciona há 18 anos em Barreirinha.

Ele também ressaltou que ele e vários professores estão passando por dificuldades financeiras. “Devido aos constantes atrasos nos pagamentos, os professores tem enfrentado muitas dificuldades financeiras, principalmente sem conseguirem manter atualizados seus compromissos financeiros”, completou. 

Mario Dantas