Professores da SEDUC decidem continuar greve por tempo indeterminado

By -

Foto: Divulgação

Da Redação – Na manhã desta segunda-feira, 26/3, reunidos na Praça Heliodoro Balbi – antiga Praça da Polícia, centro de Manaus, os professores da rede pública estadual de ensino decidiram, em assembleia, que o movimento grevista irá continuar por tempo indeterminado contrariando liminar da desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Guedes, da Segunda Vara Cível do Tribunal de Justiça do Amazonas, que determinou a suspensão do movimento.

Segundo a Asprom/Sindical (Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus), após ser notificada oficialmente hoje irá recorrer da liminar judicialmente.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) informa que a paralisação atinge 600 unidades educacionais da capital e interior, ou seja, a semana inicia sem aula nas escolas estaduais.

A mobilização da categoria prossegue até que suas reivindicações sejam atendidas pelo Governo do Amazonas.

Roberto Brasil