Produtores tem grande expectativa para o segundo fim de semana da Central de Abastecimento de Iranduba

By -

Central-Abastecimento-IrandubaOs agricultores familiares da Central de Abastecimento de Iranduba estão comemorando o faturamento de R$ 170 mil do primeiro fim de semana de vendas, e mais R$ 13 mil dos vendedores dos boxes. E agora eles aguardam um público ainda maior neste fim de semana. 

A Central é gerenciada pela Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), e para o presidente da agência, Miberwal Jucá, o faturamento é resultado da grande presença de consumidores, principalmente de Manaus. “Nós pudemos perceber que os consumidores se mostraram satisfeitos com essa opção de compras de produtos de qualidade e baixo custo”, ressalta ele.

O sucesso da primeira Central da Agricultura Familiar nesta semana está sendo comemorado pelo produtores. A agricultora Adriana Rodrigues, traz a produção do Ramal Nova Esperança, em Manacapuru, para a Central e está satisfeita, pois consegue tirar lucro maior. “Para a minha família e a de muitos produtores da minha cooperativa, esse local tem sido maravilhoso. Além de conseguir preços justos pelos nossos produtos – o que não acontecia quando tínhamos que vender pra atravessadores – abriu portas para vendermos diretamente a restaurantes e mercadinhos.”, afirma Adriana.

Na tarde desta sexta-feira (12) o procurador-chefe da ADS, Erik Franco, foi à Central explicar detalhes do contrato e do Regulamento do centro de Comercialização da Agricultura Familiar de Iranduba. “É uma espécie de regimento interno da Central, que estabelece regras, como por exemplo, que eles não podem vender, alugar ou ceder os boxes”, esclareceu ele.

A Sepror já iniciou os estudos para a instalação de mais centrais de abastecimento da agricultura familiar no Amazonas.

De acordo com o secretário da Sepror – Secretaria de Produção Rural, Valdenor Cardoso, os próximos municípios que devem receber essa estrutura são: Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo.

A ideia é atender a todos os municípios da Região Metropolitana de Manaus. Inaugurada na sexta-feira, dia 5, no km 2 da Rodovia Manoel Urbano, em Iranduba, a Central tem amplo espaço para venda e trânsito de consumidores.

A Central – No total são 7mil 540 metros quadrados de área construída;  88 boxes; 28 pedras para venda no varejo e atacado; Praça de alimentação com 6 restaurantes;  Espaço para artesanato e Tenda Cultural.

Além de produtos de hortifrutigranjeiro, o público também pode conferir produtos de artesanato, e em breve,  restaurantes, cafés e apresentações artísticas.

A Central da Agricultura Familiar de Iranduba funciona de domingo a domingo, com horários diferenciados. Nas pedras, onde a venda é a atacado, funciona de 5h da manhã às 17h. Já os boxes de hortifruti e artesanato ficam abertos de 8h às 18h de segunda à sexta, e no fim de semana ficam até às 22h.

Roberto Brasil