Procissão do Círio de Nazaré reúne 2 milhões nas ruas de Belém

By -

índice

A grande procissão do Círio de Nazaré reuniu cerca de dois milhões de pessoas, em Belém, neste domingo (11). Devotos percorreram 3,6 quilômetros em pouco mais de cinco horas de caminhada. A mais tradicional festa religiosa do Pará homenageia Nossa Senhora de Nazaré e emociona quem participa da festividade.

Durante todo o trajeto, são prestadas várias homenagens à Imagem de Nossa Senhora. Muitas casas ficam enfeitadas especialmente para a procissão. Romeiros caminham carregando objetos de cera que simbolizam graças alcançadas, acompanham a romaria de joelhos ou descalços, muitos também disputam um espaço na corda que puxa a berlinda da Imagem Peregrina da Santa.

O momento é emocionante para todos que querem homenagear a padroeira. “Há 20 anos eu não acompanho o Círio, mesmo morando aqui. Participo de várias festividades da igreja católica durante o ano, mas acabava passando o domingo de Círio em casa. Este ano, fui ao fluvial e ao Círio, precisava agradecer as bênçãos recebidas”, afirma a aposentada Palmira Nunes.

A procissão iniciou por volta das 6h, depois da missa que é realizada tradicionalmente em frente à Catedral Metropolitana da cidade. De lá, a Imagem da Virgem é levada até a Praça Santuário de Nazaré onde fica exposta por 15 dias, durante a chamada a quinzena nazarena, para visitação dos fiéis.

Para quem há anos participa da festividade, é um período de união. “Acho que o mais importante, o que fica mesmo, é reunir a família, rever os que estão longe e comemorarmos todos juntos. Não caminho a procissão, vejo a passagem dela e vou para casa receber meus familiares para o almoço do Círio que já é tão tradicional”, comenta a aposentada Albele da Silva.

A mais longa procissão do Círio ocorreu em 2004. O mesmo trajeto de 3,6 quilômetros foi percorrido em 9 horas e 15 minutos. Naquele ano, a festividade foi registrada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como patrimônio cultural de natureza imaterial. (UOL)

Mario Dantas