Prisão de Vaccari abre caminho para cassação de registro do PT, diz Caiado

By -
Sen. Ronaldo Caiado

Sen. Ronaldo Caiado

Dono de um dos discursos mais radicais contra o PT no Congresso, o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), disse que a prisão do tesoureiro petista, João Vaccari Neto, abre caminho para o cancelamento do registro da legenda. Em nota à imprensa, o senador goiano afirmou que a “reincidência de irregularidades” no alto escalão do PT é suficiente para colocar em suspeição a legitimidade do grupo partidário e da reeleição da presidenta Dilma.

“Diante desse cenário, tudo caminha para que o PT perca o registro de partido político. E, comprovado que a presidente Dilma foi beneficiada por esse esquema em suas campanhas, será mais que suficiente para ela perder o mandato por corrupção”, declarou o líder oposicionista. Ele não detalhou como seria o encaminhamento desse processo.

Caiado sugeriu que Vaccari faça um acordo de delação premiada e conte tudo o que sabe à Justiça sobre os “verdadeiros chefes e mentores” do esquema de corrupção na Petrobras. O secretário de Finanças do PT foi preso pela Polícia Federal na última quarta-feira (15), em São Paulo, em meio aos desdobramentos da Operação Lava Jato. Ele é acusado de intermediar o recebimento de propina, em nome do PT, por contratos fechados por empresas com a Petrobras. O tesoureiro nega qualquer vínculo com o esquema.

“O PT não tem credenciais de partido político, e sim de lavanderia. O partido é reincidente ao ter o tesoureiro Vaccari, sucessor de Delúbio Soares, flagrado e preso por arrecadar dinheiro desviado de empresas públicas para alimentar suas campanhas e encher os bolsos de seus dirigentes”, atacou Caiado. “Vaccari tem a chance de falar a verdade e não arcar sozinho com as consequências. Pode denunciar os verdadeiros chefes desse esquema”, acrescentou o líder do DEM no Senado. (Congresso Em Foco)

Roberto Brasil