Príncipe saudita é preso após vídeos em que agride homens vazar nas redes

By -

Imagem retirada de vídeo mostra um príncipe saudita agredindo um homem (Reprodução/Twitter/@GhanemAlmasarir)

Um príncipe saudita foi preso nesta quinta-feira (20) após vários vídeos em que aparece agredindo pessoas causarem ultraje nas redes sociais, informou a polícia da Arábia Saudita.

Um dos clipes, que teriam sido gravados pelo agressor, mostram um motorista iemenita sangrando, sendo repreendido por estacionar em frente à casa do homem.

Outro clipe mostra o agressor, identificado como o príncipe Saud bin Abdulaziz bin Musaed bin Saud bin Abdulaziz, agredindo um homem sentado em uma cadeira. Ele agarra sua roupa, dá um chute em seu peito e, em seguida, diversos socos em seu rosto.

Outras imagens mostram o que parece ser o príncipe apontando um rifle contra um homem, que está sangrando na cabeça. Um quarto clipe, visto mais de 760 mil vezes, exibe uma mesa com 18 garrafas de uísque e um maço de notas. A venda e consumo de bebida alcoólica é proibido na Arábia Saudita.

Os vídeos se tornaram virais nas redes sociais sob a hashtag “príncipe abusa de cidadãos”.

Confira o vídeo aqui

A polícia saudita afirmou que a prisão por agressão e o interrogatório de Abdulaziz foram requisitados pelo rei Salman para demonstrar que ele puniria “qualquer transgressão ou violação por uma pessoa, independente de sua condição ou status”.

O rei exigiu que o príncipe e todos os demais envolvidos na agressão sejam investigados e pediu que os sauditas continuem monitorando qualquer tipo de abuso de poder.

O vídeo do príncipe algemado sendo escoltado pela polícia alcançou quase 250 mil visualizações.

Esta foi uma rara ocasião em que uma campanha on-line é lançada contra um membro da poderosa família Saud, que tem milhares de integrantes e fundou o Estado saudita há quase 300 anos.

AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Roberto Brasil