Preso integrante de facção criminosa procurado por homicídios

By -

prisao-traficante-de-drogas-laerte 1A Polícia Civil do Amazonas, representada pelos delegados Adriano Felix e Jone Clei Rodrigues, titulares, respectivamente, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) e 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), apresentou, durante coletiva, Laerte Maciel Lopes Júnior, 33, conhecido como “Catatau”, preso em flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com Adriano Felix, Laerte foi preso nesta quinta-feira, dia 18, na casa onde morava, localizada na Rua Safira, bairro Braga Mendes, zona Norte da capital, durante ação integrada envolvendo as equipes da Derfd, 18º DIP, Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e Grupamento de Operações Aéreas (GOA).

delegado-adriano-felix_titular_derfd“Logo após a prisão, em abril de 2015, de Sebastião Ribeiro Marinho Filho, 49, conhecido como “Velho Sabá”, chefe de organização criminosa que comandava o tráfico de drogas na zona Norte da cidade, quem assumiu a liderança da organização foi Laerte. A partir daí, por meio de investigações, soubemos que ele é o mandante de roubos a caixas eletrônicos, residências, veículos e estabelecimentos comerciais na capital. Laerte era o mandante e fornecedor das armas utilizadas nas ações criminosas. Metade do dinheiro oriundo de roubos era direcionado ao tráfico de drogas na zona Norte e a outra parte era destinada a uma conta bancária em nome de Sebastião”, explicou Adriano Felix.

delegado-joni-clai_titular 19 dipSegundo o delegado titular do 18º DIP, Jone Clei Rodrigues, Laerte já teria conseguido empreender fuga em duas tentativas de prisão. “Ele até tentou se desvencilhar dessa vez, mas a partir do trabalho em conjunto, realizado pelas equipes da Derfd, Fera, GOA e 18º DIP, conseguimos prendê-lo. Estamos investigando Laerte há anos e no momento em que o interceptamos encontramos com ele dez porções de cocaína, totalizando 500 gramas da substância ilícita. Descobrimos ainda a existência de três mandados de prisão em nome de Laerte por homicídio. Os documentos foram expedidos em 2013, 2015 e neste ano”, declarou.

prisao-traficante-de-drogas-laerte 2Conforme as autoridades policiais, há indícios de que Laerte esteja envolvido com lavagem de dinheiro, por usar estabelecimentos comerciais, prédios e clubes para lavar dinheiro oriundo do tráfico de drogas. Por conta disso, as investigações em torno do caso serão mantidas.

Laerte foi autuado em flagrante por tráfico de drogas pela equipe do 18º DIP. Após a coletiva de imprensa no prédio da Derfd ele será encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para prestar esclarecimentos sobre os três mandados de prisão em nome dele. Ao término dos procedimentos cabíveis nas unidades policiais ele será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Roberto Brasil