Presidente do TCE-AM elogia administração tributária da Prefeitura de Manaus

By -

FOTO (1)

O conselheiro-presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Ari Moutinho Junior, esteve nesta segunda-feira, 25, na sede da Prefeitura de Manaus para conhecer de perto a atual estrutura da administração tributária do executivo municipal.

Acompanhado da conselheira Yara Lins, o membro da corte visitou todas as dependências da sede, inclusive o novo datacenter, e elogiou o modelo de gestão da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef). “Gostei muito de tudo que vi. O município está de parabéns por modernizar a máquina pública e por valorizar os servidores, oferecendo ótimos ambientes de trabalho”, disse Moutinho ao destacar a importância do investimento e a modernização da administração tributária da Prefeitura. “Isso reflete no aumento da receita do município”, disse.

O titular da Semef, Ulisses Tapajós, também apresentou aos conselheiros do TCE-AM o modelo de gestão ‘Todos Juntos Por Manaus’, que além da valorização dos servidores, foca na modernização e eficiência dos processos da prefeitura. “Nossa visão é ter uma das cinco secretarias municipais de finanças mais eficientes do Brasil. Estamos no caminho certo”, declarou Tapajós.

Transparência

FOTO (2)

Em dezembro de 2015, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) aprovou as contas referentes ao exercício de 2014 do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, com apenas uma ressalva: maior transparência e acesso a informações públicas.

De acordo com o secretário de Finanças, a recomendação da corte é uma das principais metas da prefeitura para 2016.  “O novo portal da Transparência e Acesso à Informação estará de acordo com as leis vigentes ainda no primeiro semestre de 2016”, afirmou.

Projetos já estão em andamento para assegurar modernização dos processos de trabalho no Executivo. Além dos portais da Transparência e Acesso à Informação, sistemas voltados para as áreas de auditoria, monitoramento, gestão de convênios e gestão de avaliação de imóveis para fins de locação serão aprimorados.

Mario Dantas