Presidente da UPM visita parlamentos da Região Norte para consolidar parcerias

By -
Francisco Souza destacou a importância de pautas como a BR-319 e a Ponte do Rio Solimões

Francisco Souza destacou a importância de pautas como a BR-319 e a Ponte do Rio Solimões

Solucionar assuntos regionais integrando o Brasil aos demais países do América do Sul é um dos objetivos da União de Parlamentares Sul-Americanos e do Mercosul (UPM). O atual presidente do Bloco Brasileiro da entidade, deputado estadual Francisco Souza (PSC), iniciou uma série de visitas aos parlamentos da região norte para consolidar e criar parcerias em defesa da Amazônia.

A primeira visita aconteceu na terça-feira (08) na Assembleia Legislativa de Roraima (Ale-RR) e prossegue nos parlamentos estaduais do Acre, nesta quinta-feira (10), e no de Rondônia, na sexta-feira (11). Nesta quarta-feira (9) representantes da UPM e da Assembleia de Santa Catarina estiveram na sede da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Além de Francisco Souza estão participando da agenda da entidade o deputado estadual de Santa Catarina e atual tesoureiro da entidade, Rodrigo Minotto (PDT), e o Diretor de Articulação Política da UPM e coordenador do Bloco Brasileiro, Flávio Monteiro.

Durante o encontro na Aleam , Francisco Souza destacou a importância de pautas da região norte, como a BR-319 e a Ponte do Rio Solimões. “Ambos os projetos tem um valor muito grande para o desenvolvimento da Amazônia porque nós estaremos integrados com o resto do país. A discussão deles dentro da UPM, do Parlamento Amazônico e nas Assembleias Legislativas Estaduais são elementos importantes, formam um tripé da luta pelo desenvolvimento da região”, disse.

Segundo Rodrigo Minotto essa agenda de visitas é importante na ampliação dessas pautas no âmbito do Mercosul. “Cada Estado tem as suas peculiaridades, tem seus objetivos. O objetivo do Bloco Brasileiro e dessas visitas é fortalecer essas relações institucionais para que de comum acordo nós possamos contribuir para o desenvolvimento e o fortalecimento de cada Estado Brasileiro”, afirmou.

O diretor de articulação política da UPM destacou a participação do parlamento amazonense na entidade. “Uma das Assembleias Legislativas pioneiras no Bloco Brasileiro foi a do Amazonas que sempre esteve presente nas grandes discussões do Mercosul, que não dizem respeito apenas aos estados do sul do país. Por exemplo, estamos preocupados com a restauração da BR-319 porque é ela que vai levar os produtos oriundos aqui da região até a BR-101, até a BR-153, que são as estradas nos ligam aos países do Mercosul. Isso é integração”.

Origem

Desde a criação do Mercado Comum do Sul (Mercosul), os países participantes da aliança econômica buscaram formar um parlamento nos moldes do Parlamento Europeu, mas a entidade foi criada apenas em 1999. Cada país é representado por um Bloco próprio, com parlamentares atuando como diretores, secretários e conselheiros. A próxima reunião da UPM está marcada para acontecer na segunda-feira (14) em Montevidéu, capital do Uruguai.

Roberto Brasil