Prefeitura vistoria borracharias e lojas de sucatas para combater mosquito transmissor da dengue

By -

AS - COMBATEM AO MOSQUITO DA DENGUE (1)

O combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue e da febre chikungunya, segue intenso em Manaus. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou, nesta sexta-feira, 28, vistoria em borracharias e lojas de sucatas na zona Norte,  consideradas pontos estratégicos para monitoramento permanente do índice de infestação do mosquito.

AS - COMBATEM AO MOSQUITO DA DENGUE (2)

AS - COMBATEM AO MOSQUITO DA DENGUE (5)

O trabalho começou na comunidade Francisca Mendes, no bairro Cidade de Deus, e contou com agentes de endemias dos departamentos de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Dvae) e de fiscais da Vigilância Sanitária (Visa Manaus).

“A Semsa monitora esses locais de forma periódica, oferecendo orientações, eliminando possíveis criadouros e verificando se os proprietários estão tomando as medidas necessárias para resolver o problema. Nos locais onde são encontrados muitos focos do mosquito é planejada a participação dos fiscais da Vigilância Sanitária, que podem autuar os donos que não seguem as recomendações dos agentes de endemias em uma primeira vistoria”, explicou Homero de Miranda Leão Neto, secretário da Semsa.

Existem, aproximadamente, 718 pontos considerados estratégicos de monitoramento permanente do índice de infestação do Aedes aegypti. Esses pontos incluem borracharias, locais de vendas de ferro velho e sucata, cemitérios e oficinas, entre outros. “Essa vistoria conjunta já foi realizada, este ano, na zona Leste e depois da zona Norte seguirá para as zonas Oeste e Sul”, disse a chefe do Núcleo de Controle da Dengue da Semsa, Ruth Correa de Freitas.

 

Mario Dantas