Prefeitura reativa Serviço de Inspeção Municipal para fiscalizar produtos de origem animal

By -

reativa Serviço de Inspeção  (2)

O secretário municipal do Trabalho, Empreendedorismo, Abastecimento, Feiras e Mercados (Semtef), David Valente Reis, anunciou nesta segunda-feira, 18, que a Prefeitura de Manaus está reativando o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) para intensificar a fiscalização à produção e a comercialização de produtos e subprodutos de origem animal.O anúncio foi feito durante a cerimônia de assinatura do Termo de Cooperação Técnica (CTC) do Ministério Público Federal (MPF) para combater abatedouros clandestinos, que conta com 19 órgãos públicos e entidades da sociedade civil ligadas às áreas de meio ambiente, segurança, saúde, vigilância sanitária, produção rural e abastecimento.

David informou que o SIM foi criado em 2010 e é responsável pela inspeção e fiscalização de estabelecimentos que produzem e manipulam alimentos de origem animal e derivados como, por exemplo, indústria de embutidos, defumados e queijos. Também atua em abatedouros que possuam Registro na Inspeção Municipal, concedido pela Semtef.

O SIM fiscaliza a origem da matéria prima (carne, leite), o asseio dos funcionários (uso de uniformes, gorros e botas) e acompanha a manipulação dos alimentos desde a chegada da matéria prima até o produto final. “Também são verificadas as condições dos equipamentos, estrutura do prédio e instalações”, informou o secretário David Reis.

 

Ele disse que a partir desse mês está reativando o SIM com a contratação de veterinários e atendentes para receber denúncias de abatedouros clandestinos e produtos manipulados de forma errada. Além da Semtef, o coordenador da Ouvidoria Municipal e Proteção ao Consumidor, Alessandro Cohen, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e outros 16 órgãos e entidades públicas assinaram o Termo de Cooperação com o MPF no Amazonas.

Mario Dantas