Prefeitura publica Edital de Convocação de 139 candidatos aprovados em concurso da Semsa

By -
Os aprovados fazem parte do concurso público realizado em 2012

Os aprovados fazem parte do concurso público realizado em 2012

A Prefeitura de Manaus publicou, no Diário Oficial do Município (DOM) da última sexta-feira, 26 de junho, o Edital de Convocação de 139 candidatos aprovados no concurso da Secretaria Municipal da Saúde (Semsa), realizado em 2012 para os cargos de médico, cirurgião dentista, enfermeiro, fisioterapeuta, educador físico, fonoaudiólogo, psicólogo, assistente em administração, auxiliar em saúde bucal, motorista de autos, técnico em radiologia médica e técnico em saúde bucal.

“O aumento do quadro de recursos humanos com profissionais capacitados para atuação na rede municipal de saúde é uma meta do prefeito Arthur Virgílio Neto, uma vez que a chegada desses profissionais vai permitir abrangência maior dos nossos serviços”, explicou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

O decreto define que os candidatos convocados compareçam no período de 29 de junho a 28 de julho, no Auditório Deodato de Miranda Leão (Sede da SEMSA), situado na Av. Mário Ypiranga Monteiro, 1695 –Adrianópolis, das 8h às 12h, para orientação quanto aos procedimentos pré-admissionais e checagem de pré-requisitos. A lista com a colocação dos candidatos convocados pode ser acessada no site http://dom.manaus.am.gov.br/. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3236-7363.

O concurso público da Semsa, promovido em 2012, ofereceu 1.390 vagas para cargos de Especialista em Saúde (nível superior) e de Assistente em Saúde (níveis médio, médio técnico e fundamental), e 520 vagas para profissionais médicos em diversas especialidades. Com a posse desses novos candidatos aguardada pelo órgão, será o total de 395 médicos e de 1.831 candidatos nomeados nos cargos de Especialista em Saúde e de Assistente em Saúde, inclusive do cadastro de reserva.

O prazo de validade do concurso da Semsa, realizado em 2012, foi prorrogado por mais dois anos, até julho de 2016, por meio dos Decretos de Nº 2.782, de 14 de maio de 2014, e de Nº 2.783, de 14 de maio de 2014.

Roberto Brasil