Maués: Prefeitura investe na compra de produtos da agricultura familiar

By -

Mao

O programa de compras governamentais no qual investiu a Prefeitura de Maués, está abrindo um novo mercado aos agricultores familiares, possibilitando a aquisição de produtos de mais qualidade para as escolas municipais.

mao2

Na tarde de quarta-feira (09), o prefeito Pe. Carlos Góes(PT), assinou um Termo de Contrato com a Cooperativa Agropecuária dos Produtores Rurais de Maués (Coopermaues) e demais produtores individuais somando 49 no total.

A compra de produtos como banana, melancia, mamão, abacaxi, macaxeira, jerimum entre outros vai complementar a merenda escolar dos mais de 12 mil alunos da rede municipal.

O município usa 30% do recurso repassado pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), R$ 300 mil e a Prefeitura investe R$ 500 mil. Em 2015, a Prefeitura e o governo federal juntos utilizarão R$ 800 mil. Até ano passado o investimento era de R$ 300 mil.

Mesmo face a crise, o governo municipal vem honrando o compromisso de levar merenda de qualidade aos alunos da rede de ensino.

mao3

A iniciativa foi elogiada pelo presidente da Cooperativa Mateus Scherer, que agradeceu o empenho da Prefeitura em incentivar a atividade do setor primário em Maués. “Quem ganha somos nós, produtores, os alunos e a economia do município que é aquecida através dessa parceria”. Ele ressalta que durante um ano foi trabalhada a formalização dos produtores para fazer parte das compras.

Para o prefeito Padre Carlos, Maués serve de modelo para aquisição de produtos da agricultura familiar. “A produção rural é carro chefe para o aquecimento do comércio, gerando emprego e renda mas, também levando saúde e qualidade de vida para nossos alunos”, disse.

O secretário de Educação Luiz Gonçalves, destacou o empenho do prefeito observando que desde o início das compras da agricultura familiar para as escolas vem sendo trabalhada a redução do índice de obesidade dos alunos. “Além disso, temos uma melhor aceitação das refeições porque, com produtos naturais, temos a possibilidade de preparar refeições que estão dentro da nossa realidade”, afirmou o Secretário.

Mario Dantas