Prefeitura investe em novo projeto urbano para a Avenida Umberto Calderaro Filho

By -

avenida-paraiba1A avenida Umberto Calderaro Filho (antiga av. Paraíba) está sendo alvo de mobilidade e requalificação por parte da Prefeitura de Manaus, para ampliação do corredor urbano, aumentando das atuais 4 faixas para 5 faixas viárias, além de construir novas calçadas do lado direito, projeto de paisagismo que inclui arborização e esquina verde. Os passeios, a exemplo do projeto da nova Djalma Batista, continuarão amplos, mantendo as características da Vila Municipal. A faixa extra ampliará a capacidade viária da rua, reduzindo os congestionamentos, com reflexo direto nos corredores viários da capital.

Parte das obras já está em execução, como o alargamento e reurbanização, já em finalização do lado esquerdo da pista; e calçadas de três metros de largura, com 90% concluído. O projeto foi elaborado pelo Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb), com execução da Secretaria Municipal de Obras (Seminf).

Na segunda-feira, 13, às 15h, na sede do Implurb, serão recebidos os proprietários de imóveis localizados no trecho entre a rua Marciano Armond até a rua Natal, que passará por obras. A eles foram enviadas carta-convites para participar da reunião, onde serão discutidos os detalhes e as necessidades de desapropriação.

No dia 30 de abril, o decreto municipal 2.759, publicado no Diário Oficial, declarou de utilidade pública, para fins de desapropriação, todos os imóveis da citada via, em razão do interesse público de reordenar os espaços urbanos, melhorar a mobilidade e a qualidade de vida da população de modo geral.

A desapropriação visa garantir aos pedestres uma área de circulação com o mínimo de segurança e conforto, além de minimizar o impacto do tráfego de veículos na avenida, que recebe fluxo de diversos sentidos.

O decreto de desapropriação cita 18 lotes, incluindo quatro trechos mais carregados da via, por onde passa uma média de 4 mil veículos por hora. Com cinco faixas, a avenida terá 25% de sua capacidade ampliada para dar fluidez ao trânsito. O passeio público será construído na área a ser desapropriada dos terrenos.

Os proprietários convidados à reunião desta segunda-feira devem apresentar cópias da documentação relativa à propriedade e Habite-se para serem juntados aos respectivos autos administrativos.

Roberto Brasil