Prefeitura fiscaliza veículos pesados em novas áreas de restrição

By -
A medida faz parte do processo de ordenamento da cidade

A medida faz parte do processo de ordenamento da cidade

A Prefeitura de Manaus começou nesta segunda-feira (20), a fiscalização de veículos pesados em mais três vias da zona Centro-Sul, após o período de 15 dias de orientação e blitze educativas. A implantação da Zona Máxima de Restrição de Circulação proporciona mais segurança no tráfego em corredores viários que eram utilizados por caminhões e carretas em horário de pico no trânsito.

fiscalizacao-manaustrans-veiculos-pesados-2Em três horas de fiscalização, os agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) autuaram oito caminhões na avenida Mário Ypiranga Monteiro (antiga Recife). Na Maceió um caminhão recebeu notificação. Na avenida Umberto Calderaro não houve registro de irregularidades no período da manhã. A blitz nessa via também será realizada no período da tarde, onde ocorre maior fluxo de veículos.

fiscalizacao-manaustrans-veiculos-pesados-4As abordagens ocorrem para que os agentes verifiquem a capacidade de carga do caminhão e o horário de circulação desses veículos. Constatada a irregularidade, o veículo é multado e conduzido para se retirar da zona de restrição.

fiscalizacao-manaustrans-veiculos-pesados-3“Essa medida faz parte do processo de ordenamento da cidade. O condutor tem papel fundamental para que o disciplinamento do trânsito tenha resultados positivos. Com o cumprimento das normas, todos ganham com um trânsito mais seguro”, destacou o diretor presidente do Manaustrans, Paulo Henrique Martins.

fiscalizacao-manaustrans-veiculos-pesados-5De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar em veículos com dimensões ou cargas superiores aos limites estabelecidos legalmente ou pela sinalização é infração grave, equivalente a cinco pontos na Carteira de Habilitação, com multa no valor de R$ 127,69 e retenção do veículo. O caminhão que transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação será autuado em infração média, multa de R$ 85,13 e mais quatro pontos da Carteira de Habilitação.

Além das avenidas Mario Ypiranga, Umberto Calderaro e Maceió, a restrição de circulação de carretas já foi implantada pela atual gestão da Prefeitura de Manaus nas avenidas Djalma Batista, Constantino Nery e em dez ruas do centro da cidade.

Roberto Brasil