Prefeitura finaliza retirada da camada asfáltica da Eduardo Ribeiro

By -

obras-eduardo-ribeiro-01As obras de revitaliza​​​​ção da avenida Eduardo Ribeiro, no Centro, avançam e os trabalhos de retirada da camada asfáltica já foram finalizados evidenciando os paralelepípedos do século XIX. Nesta quinta-feira, 3, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) abriu o canteiro de obras para os representantes da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus) e da Federação do Comércio das Câmaras dos Dirigentes Lojistas do Amazonas (FCDL-AM).

A visita técnica, segundo o subsecretário de Obras da Seminf, Antônio Nelson, é uma forma de mostrar aos lojistas o andamento das obras e ouvir deles sugestões para minimizar quaisquer prejuízos ao comércio. “Essas visitas evidenciam de forma prática o trabalho que estamos realizando. Dessa forma eles têm acesso aos serviços e podem atualizar os comerciantes sobre o andamento dos trabalhos e até dar sugestões para que os transtornos sejam minimizados”, explica.

obras-eduardo-ribeiro-02As obras na segunda etapa tiverem início no dia 22 de fevereiro com o fechamento da avenida para o tráfego de veículos. Em 11 dias, as obras avançaram com a retirada do asfalto e o resgate dos paralelepípedos. “O ritmo de trabalho nesse segundo trecho está bem avançado. Em uma semana conseguimos retirar toda a camada asfáltica e evidenciar os paralelepípedos históricos. Isso se dá ao fato de estarmos atuando com serviços no horário noturno”, destaca.

Os presidentes da CDL-Manaus, Ralph Assayag, e da FCDL-AM, Ezra Azury Benzion, e o titular da Subsecretaria do Centro Histórico de Manaus (Subsemch), Glauco Francesco, estiveram presentes na visita técnica e puderam constatar o avanço das obras.

obras-eduardo-ribeiro-03Para Assayg, a participação das duas instituições no processo de revitalização da Eduardo Ribeiro mostra o compromisso da prefeitura com um setor que gera emprego e renda para a cidade. “Pelo que estamos vendo nessa visita a pasta tem cumprindo o cronograma da obra e os serviços estão bem avançados”, reforça.

De acordo com Glauco Francesco, o trabalho conjunto com os lojistas tem sido um ponto estratégico nessa fase que compreende um trecho maior de obras. “Juntos com eles conseguimos criar estratégias de menor impacto para os comerciantes e lojistas dessa área”, pontua.

Roberto Brasil