Prefeitura de Maués e Governo Federal inauguram escola zona rural

By -

Solenidade (3)

“Nossas crianças agora têm as mesmas oportunidades das que vivem nas grandes cidades”, foram as palavras ontem (31) do professor Antônio Fagner, na solenidade de inauguração da Escola Municipal Jacinto Soares dos Santos na Comunidade Santo Antônio do Pucu, no Rio Alto Apocuitaua em Maués (AM), onde estiveram presentes do município Pe. Carlos Góes, Sérgio Lopes e Humberto Oliveira, do Ministério do Desenvolvimento e Agricultura (MDA), a deputada Alessandra Campelo (PC do B), o ex-deputado Francisco Praciano (PT) e outras autoridades.

Solenidade (6)

A escola, da Comunidade Santo Antônio do Pucu, onde de acordo com Marcos Araújo da Silva, chegou na hora certa para beneficiar as mais de 30 famílias que moram na comunidade.

A ação de acordo com o prefeito Carlos Góes faz parte de um compromisso do Governo Federal com a qualificação da educação no meio rural. Ele informou que somente em Maués foram investidos no governo Dilma Rousseff cerca de R$ 4,5 milhões para a construção de nove escolas e a reforma de outras 24, beneficiando as comunidades.

Convênio assinado

Na solenidade onde ainda onde foram entregues para as comunidades de Maués 29 bibliotecas rurais do Programa Arca das Letras, Carlos Góes assinou o convênio do Plano Municipal de Inclusão Produtiva, que visa articular ações do município para o fortalecimento da agricultura familiar e a melhoria de renda dos produtores rurais, como explicou o padre Carlos Goés.

Solenidade (4)

“A prefeitura não tem condição de atuar sozinha no desenvolvimento da agricultura familiar, por isso a importância desse plano. Com o apoio do Governo Federal, estamos construindo caminhos para alavancar a nossa produção de guaraná e de outros produtos que nossos agricultores plantam. Temos um plano completo que tenho certeza vai atender a maioria das famílias do meio rural da nossa região.”

Para o agricultor Ademilson Gomes Souza, 42 anos, o “Dedeco”, do Urupadi, o programa veio para acabar com o atravessador e dar a garantia ao pequeno produtor de que tudo que ele produzir será comprado com o bom preço.

Solenidade (5)

“Sabemos que agora nossa produção vai fazer parte da merenda de nossos filhos que terão uma merenda de qualidade”, disse Dedeco.

Ao falar para a comunidade o secretário extraordinário de Regularização Fundiária na Amazônia Legal (Serfal/MDA), Sérgio Lopes, disse que a melhoria da qualidade de vida no meio rural é uma das ações prioritárias do Governo Federal.

 “O Luz Para Todos, o Minha Casa Minha Vida, o transporte escolar e a garantia de compra da produção são exemplos de políticas que mudam a vida das pessoas no campo”, disse Sérgio.

Solenidade (8)

O secretário de Produção Bruno Negreiros de Oliveira, disse que o programa chega para por fim de uma vez aio atravessador que sempre se deu bem em cima do produtor rural pagando pelas produções o que não era devido.

“Hoje vamos tudo para merenda escola e assim dar as nossas crianças uma alimentação balanceada e de qualidade”, afirmou, informando que hoje com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), 33 escolas de Maués vão receber produtos agricultura familiar. São toneladas de alimentos comprados diretamente dos produtores locais.

Para Humberto Oliveira, secretário de Desenvolvimento Territorial (SDT/MDA), o programa é completo pois atende a educação, a saúde e o produtor rural. “Estou voltando ao MDA e chego já tendo prazer de lançar esse programa em Maués e observar nos rostos dessas pessoas a alegria. O Governo tem deixado claro sua preocupação com todos brasileiros e brasileiras, onde quer que estejam. Olhamos para o interior do Brasil, com a mesma atenção que olhamos para as grandes cidades”, garantiu.

Mario Dantas