Prefeitura de Figueiredo inicia ações de infraestrutura e mutirão em comunidades da BR-174

By -
Visando atender com urgência às principais demandas das comunidades e ramais de Presidente Figueiredo, o prefeito Romeiro Mendonça (PDT), deu início às ações de infraestrutura que serão realizadas em todas as zonas rurais do município a partir deste mês. O projeto teve pontapé inicial no último fim de semana, na Comunidade Abonari, situada no quilômetro 200 da BR-174.  Além dos trabalhos de reestruturação do local, foram oferecidos, também, diversos serviços de atendimento nas áreas da saúde, educação, ação social, comércio e meio ambiente.

Na ocasião, os comunitários receberam a visita do prefeito, do vice-prefeito, Mário Abrahão (PDT), além de secretários que compõem o Executivo Municipal. No encontro foi esclarecido aos moradores de que forma serão executados os trabalhos na área.
“Esse projeto é fruto de uma conversa e acordo feito com os líderes comunitários, em que, traçamos juntos, as medidas para revertermos os principais problemas das comunidades. A atual gestão precisava ouvir da população as suas reais necessidades e, a partir disso, promover as soluções adequadas. Começaremos os trabalhos com ações de reestruturação dos ramais”, disse o prefeito aos moradores.
Romeiro Mendonça afirmou ainda que o projeto conta com um calendário de obras que irá atender, gradativamente, todas as zonas rurais de Figueiredo. O cronograma foi acordado junto aos representantes comunitários, durante reunião ocorrida no dia 24 de junho, na sede da Universidade Estadual do Amazonas (UEA) no município. Na oportunidade, os líderes expuseram os problemas de cada localidade e ouviram as propostas do Executivo Municipal.
Para o vice-prefeito, Mário Abrahão, as ações iniciadas na comunidade Abonari representam o marco de uma grande empreitada de obras a serem executadas em toda extensão das comunidades localizadas na BR-174 e AM-240.
“Nosso compromisso nesse projeto é promover a reestruturação das zonas rurais e garantir, de fato, qualidade e satisfação nos serviços. As comunidades, que antes eram desassistidas, passarão a receber, também, atendimento humanizado nas áreas da saúde, educação, segurança e demais áreas. Outro plano a ser colocado em prática é propiciar mais qualificação profissional e oportunidades de emprego às pessoas, o que, consequentemente, irá beneficiar a economia no município em todas as áreas de atuação comercial”, disse Abrahão.
Obras interrompidas
De acordo com a nova gestão, no primeiro semestre do ano não foi possível realizar os trabalhos de infraestrutura nas zonas rurais devido ao período chuvoso, o que atrapalhou a execução das obras. Porém, desde o início do ano, estão sendo realizadas obras de reestruturação e recapeamento das ruas de Figueiredo, bem como mutirões de limpeza, que se estendem, também, para as comunidades rurais do município.
A comunidade Maroaga, localizada no quilômetro 7 da estrada AM-240, foi uma das primeiras a receber as reformas.  No local foram realizados serviços de drenagem, raspagem e aterro.
Mutirão de cidadania 
Além dos serviços de infraestrutura realizados na comunidade Abonari, ao longo do último sábado, dia 1°, os moradores receberam um mutirão de serviços ao cidadão como atendimento médico e psicológico, cadastro em programas sociais, emissão de documentos, palestras sobre educação ambiental, abertura de empresas, cadastro de artesãos e promoção de atividades esportivas.
Ações semelhantes a essas foram realizadas no início do ano nas comunidades Rumo Certo e Vila de Balbina. Ao todo mais de 1.200 famílias já foram beneficiadas com serviços de atendimento básico.
Roberto Brasil