Prefeitura de Benjamin entrega ao público ampliação da UBS Leontina

By -

benjamin-ubs-leontina-ampliacao1A prefeita de Benjamin Constant Iracema Maia inaugurou a ampliação da Unidade Básica de Saúde Enfermeira Leontina Lima de Souza (Centro). Com pouco mais de 150 metros quadrados de área construída, a UBS conta com mais nove dependências para atender o público. As obras de ampliação da UBS foram aprovadas desde junho de 2012 com recursos liberados e praticamente estavam perdidas devido a falta de interesse dos gestores da Prefeitura à época.

A ampliação da UBS Leontina faz parte da revitalização da saúde proposto pela prefeita Iracema Maia ao assumir a Prefeitura em janeiro de 2013. Outros dois postos de saúde, Centro de Saúde Benjamin Constant no bairro da Colônia e Prim Assis no bairro de Bom Jardim tiveram suas ampliações realizadas, bem como a construção do novo posto de Saúde Alcino Castelo Branco na Praça Frei Ludovico.

benjamin-ubs-leontina-ampliacao2Com as obras de ampliação, a UBS Leontina conta com uma nova sala de espera, um gabinete odontológico, dois consultórios, uma sala para os agentes de Saúde, uma farmácia, uma sala de procedimento e dois novos banheiros dos quais um para portadores de necessidades especiais. Todas as dependências são climatizadas para maior conforto dos usuários do sistema e servidores.

O secretário municipal de Saúde Erasmo Bindá a ampliação “vai fortalecer o atendimento à população que necessita de atendimento médico”.

“Nós temos muito a fazer”, declarou após o corte da fita simbólica e descerramento da placa alusiva a ampliação. Ele pediu que tanto os servidores como os usuários preservem o posto.

benjamin-ubs-leontina-ampliacao3Erasmo lembrou que o sistema de saúde do município conta hoje com 14 médicos e 14 enfermeiros.

“É um número muito grande mas precisamos de mais profissionais”, observou, após reconhecer que a atenção básica em saúde era muito precária no município.

A prefeita Iracema Maia agradeceu o apoio do conjunto de servidores da saúde. “As condições em que recebemos a saúde era muito precária”, assinalou lembrando que nas horas que antecederam sua posse em 1º. de janeiro de 2013 não havia gasolina para a única ambulância.

“Nós temos uma dívida de gratidão com o governo do Estado por nos ajudar no reaparelhamento com duas novas ambulâncias, ambulancha, veículos e com isso estamos aos poucos reestruturando a saúde em nosso município”, observou.

Roberto Brasil