Prefeitura alerta para os riscos de queimadas urbanas

By -

campanha-queimadas-educacao-ambiental-1Com o início da estiagem, a Prefeitura de Manaus age de forma preventiva e lança campanha informativa acerca dos riscos das queimadas urbanas. A campanha, promovida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), consistirá na divulgação de informações sobre as queimadas e as penas previstas em lei para quem comete esse tipo de crime ambiental. O objetivo é sensibilizar a população sobre os malefícios causados pela fumaça e evitar a ocorrência de focos na cidade, denunciando os responsáveis.

O problema se agrava geralmente a partir do mês de agosto, culminando em setembro, quando são registrados os índices mais elevados de calor. De 2013 até agora, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), vem registrando um decréscimo no número de denúncias. A redução já alcançou 55%, num comparativo entre os sete primeiros meses de 2015 e 2013.

campanha-queimadas-educacao-ambiental-2De janeiro a julho deste ano, foram registradas 147 denúncias de focos, contra 161 denúncias no mesmo período do ano passado e 323 em 2013. “A tendência de redução é um fator positivo porque demonstra que o trabalho de educação ambiental desenvolvido junto às comunidades surtiu efeito positivo, mas não podemos baixar a guarda e por isso continuaremos trabalhando, tendo a educação ambiental e a informação como principais ferramentas de sensibilização”, explica o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Itamar de Oliveira Mar.

Ao longo do semestre, serão desenvolvidas ações de sensibilização, com a finalidade de chamar a atenção da população para a problemática. Será distribuído material de divulgação (fôlderes, sacolinhas de lixo para carros e ventarolas) com informações úteis acerca dos malefícios causados pelas queimadas.

As ações de sensibilização ocorrerão em logradouros públicos e contarão com a participação de servidores da Semmas, de órgãos parceiros e voluntários. “Enfrentamos sempre nesse período uma tendência de aumento de registros devido ao processo de ocupações em áreas verdes e de preservação permanente, onde fazem descarte de resíduos e utilizam o fogo, geralmente à noite”, explica o diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes. Ele lembra que durante o ano inteiro o tema das queimadas urbanas é inserido nas atividades de educação ambiental realizadas pela secretaria, porém neste período de estiagem, o trabalho precisa ser intensificado. As queimadas urbanas provocam poluição atmosférica, aumento da temperatura, desaparecimento de áreas verdes, erosão nas margens de rios e igarapés, incêndios em residências, áreas comerciais, doenças respiratórias.

O material informativo traz dicas de como as pessoas podem colaborar com simples posturas. Entre elas, não jogar pontas de cigarro ou fósforos acesos em área de vegetação, procurar manter seu terreno limpo sem utilização de queimadas e utilizar folhas secas para a produção de adubo orgânico. Outra recomendação importante: em caso de incêndio e queimadas de grande porte, o Corpo de Bombeiros deve ser acionado imediatamente.  Os responsáveis por produzir queimadas podem ser denunciados à Semmas pelo 0800-092-2000 ou pelo site semmas.manaus.am.gov.br, no link Faça aqui a sua denúncia.

Roberto Brasil