Prefeito prestigia palestra da vice-presidente do STJ em Manaus

By -

artur-neto-palestra-ministra-3O prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto, prestigiou, na sexta-feira (13), a palestra da ministra Laurita Vaz, vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), que esteve na capital para participar do encerramento do ano acadêmico da Escola Superior da Magistratura do Amazonas (ESMAM) e do Encontro Anual de Juízes e Desembargadores do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), realizados na sede do órgão, zona Centro-Sul da cidade.

artur-neto-palestra-ministra-1“Tenho muito carinho e respeito pela ministra, conhecida pelo seu bom senso, mas de firme julgamento. Em sua palestra ela falou de corrupção e eu atribuo todos os males que afetam o país, de forma direta ou indireta, a esse mal que tomou conta do Estado Brasileiro, fazendo com que tantas pessoas cometam tantos desatinos. Foi um evento enriquecedor e que abordou o Brasil de maneira bem completa”, destacou o prefeito.

artur-neto-palestra-ministra-5Laurita Vaz formou-se em direito, em 1976, pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Especializou-se em direito penal e em direito agrário na mesma instituição. Foi promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de Goiás entre 1978 e 1984, quando ingressou no Ministério Público Federal como procuradora da República, sendo promovida a procuradora regional em 1997 e a subprocuradora-geral da República em 2000. Também foi membro do Conselho Penitenciário do Distrito Federal, entre 1986 e 1998, presidindo-o de 1995 a 1997. Em 2001, foi nomeada ministra do STJ, em vaga destinada a membro do Ministério Público. Compôs o Tribunal Superior Eleitoral de 2011 a 2014.

artur-neto-palestra-ministra-2“Foram expostos temas de grande importância para a Justiça Brasileira, como a pedofilia e a violência contra a mulher, mas de maneira geral busquei abordar as dificuldades que o país está enfrentando pela ótima das possibilidades. Precisamos unir os poderes para limpar o país e trazer de volta a confiança da população, essa é uma tarefa que deve ser feita por todos e para o bem de todos”, defendeu a vice-presidente do STJ.

artur-neto-palestra-ministra-4“Foi uma valorosa colaboração da ministra, que também defendeu algo que tenho adotado, que é a permanecia do juiz na sua comarca, participando da vida da comunidade, humanizando a justiça e dando maior celeridade nos processos”, reforçou a presidente do TJAM, desembargadora Graça Figueiredo.

Ainda em sua passagem pela capital, a ministra Laurita Vaz visitou o Centro Histórico de Manaus, conhecendo as instalações do Paço da Liberdade, que fica em frente à praça Dom Pedro II, na avenida 7 de Setembro.

Roberto Brasil