Prefeito destaca parceria com o Exército Brasileiro durante homenagem aos combatentes de guerra

By -
“Precisamos cultuar os nossos heróis que lutaram em condições adversas", destacou Artur Neto

“Precisamos cultuar os nossos heróis que lutaram em condições adversas”, destacou Artur Neto

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, prestigiou, nesta sexta-feira (20), a cerimônia em comemoração aos 70 anos da “Batalha de Monte Castelo”, realizada na sede do Comando Militar da Amazônia (CMA), na avenida Coronel Teixeira, Ponta Negra, zona Oeste. No evento, ele destacou a parceria com o Exército Brasileiro na execução de importantes obras da cidade.

artur-homenagem-monte-castelo-04“O Comando Militar da Amazônia continuará conosco, seja no trabalho de pavimentação de ruas, seja em outras ações emergenciais, como o que foi feito no período em que houve o abalroamento do Proama e nos foram cedidos carros-pipa para atender a população que ficou sem água em suas torneiras. Além disso, temos também o general Villas Bôas agora a frente do Exército Brasileiro, que é grande parceiro de Manaus e vai saber nos ajudar muito na liberação de recursos que a cidade necessita”, ressaltou o prefeito.

artur-homenagem-monte-castelo-02O evento cívico tem sido comemorado em todo o Brasil e marca a presença dos militares da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Segunda Guerra Mundial. “Precisamos cultuar os nossos heróis que lutaram em condições adversas e enfrentaram perigos enormes para traçar o caminho da democracia. Por isso, essas datas são bastante significativas”, completou Arthur Neto.

artur-homenagem-monte-castelo-03Segundo o comandante do CMA, general Cals Theophilo, o ano inteiro será de homenagens pelo fim da batalha e dia da vitória, em 8 de maio de 1945. Ele considerou de grande relevância a participação do poder público nesse processo e disse que Manaus sempre contará com a mão amiga do Exército Brasileiro.

“Nossa parceria e dedicação só tende a aumentar, cada vez mais, até porque o nosso comandante hoje é um profundo conhecedor da Região e sabemos das dificuldades que precisam ser enfrentadas”, concluiu o general Theophilo.

 

Roberto Brasil