Prefeito denuncia boicote ao sistema municipal de educação

By -

“O meu dever como pai institucional dessas crianças é protegê-las desse atentado à educação”, afirmou Artur Neto

Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, 26/9, o prefeito Artur Virgílio Neto abriu à imprensa evidências de um movimento que denomina como “politiqueiro” para fragilizar e boicotar a política educacional desenvolvida no município em sua gestão. Para Arthur, o grupo de professores pode estar ligado a lideranças políticas da cidade, vistas na manifestação realizada em frente à sede da Prefeitura de Manaus, no último dia 22.

Dentro das pretensões, o grupo estaria tentando mobilizar a categoria a fazer uma greve que prejudicaria o ano letivo dos, aproximadamente, 240 mil alunos da rede municipal. “Eu tinha que mostrar esses dados e informações de extrema infelicidade e aqui deixo um claro protesto meu e de minha equipe em relação a essa forma desrespeitosa que estão lidando com nossos estudantes. Eu nunca vi e nem vejo na totalidade dos professores aqui de Manaus esse clima de ódio e rancor e essa coisa perversa e malvada que estão fazendo com nossos estudantes”, disse o prefeito, explicando que a decisão de abrir à imprensa as evidências de articulação interna do movimento visa proteger os alunos da rede de consequências futuras. 

No último dia 22, foram identificados no manifesto em frente à prefeitura vereadores, ex-vereadores e lideranças de movimento de oposição à prefeitura. 

“Nós estamos dedicados a oferecer uma educação de qualidade, como sempre estivemos, e estamos mostrando que é possível sim, com seriedade, e sem demagogia e mentiras, fazermos o nosso melhor. Boicotar essas crianças é simplesmente tentar assassinar o futuro e tentar matar a perspectiva de vida desses estudantes e suas famílias”, lembrou Artur. “O meu dever como pai institucional dessas crianças é protegê-las desse atentado à educação”, acrescentou. 

Transparência

Durante a coletiva, o prefeito enumerou os avanços relacionados à questão salarial de professores e destacou a transparência da aplicação dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). 

Ele ressaltou que todos os dados relacionados ao Fundeb podem ser encontrados e conferidos por meio de consulta pública no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos e Educação (Siope), disponível no endereço eletrônico www.fnde.gov.br/fnde_sistemas/siope. 

“Os dados são muito claros e qualquer pessoa que analise com seriedade vai ver tudo que se relaciona com investimento ou aplicação de recursos na nossa gestão. É só entrar no site do Siope que está tudo lá”, finalizou. 

O sistema é destinado aos governos, para que prestem conta das ações relacionadas à aplicação dos recursos do Fundeb e também para que a sociedade acompanhe estes investimentos. O Siope permite o acesso a qualquer cidadão, sem necessidade de senha, das informações declaradas pelos entes federados (estados, Distrito Federal e municípios), fortalecendo, assim, os mecanismos de controle social da aplicação de recursos em manutenção e desenvolvimento do ensino. 

O link para acesso ao Siope também pode ser acessado no portal http://semed.manaus.am.gov.br/.

Roberto Brasil