Prefeito Arthur Neto quer parceria com Ministério das Cidades

By -

30-05-16-Prefeito em Brasília.Foto-Divulgação (3)

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, esteve reunido na tarde desta segunda-feira, 30, com o ministro das Cidades, Bruno Araújo. O encontro serviu para estreitar as relações do município  com a nova gestão e, neste primeiro momento, desenvolver um projeto que envolva a destinação de recursos financeiros para a elaboração de projetos e realização de obras de drenagem em todas as zonas da cidade. A reunião aconteceu na sede do Ministério das Cidades, em Brasília.

De acordo com o prefeito, somente nesta gestão já foram feitos mais de 100 quilômetros em obras de drenagem. Entretanto, como a cidade cresceu de forma desordenada e por muito tempo não houve o investimento adequado neste setor, ainda é preciso fazer muito mais. O projeto a ser apresentado ao Ministério tem o objetivo de criar condições para uma gestão sustentável e integrada, entre o sistema de águas pluviais já existente e o proposto, diminuindo os impactos que a falta deste sistema traz à população.

“Um dos grandes problemas de Manaus é a drenagem. Sem ter para onde escoar, a água das chuvas se acumula sobre o solo e forma os buracos. Não adianta asfaltar o tempo todo se a água continuar minando o piso que acaba de ser refeito. Na minha primeira gestão fiz muita drenagem e nesta administração estamos investindo bastante neste tipo de serviço. Mas sozinho não vamos conseguir atingir a cidade inteira. Precisamos de ajuda do governo federal e agora temos mais abertura para fazer nossos pleitos”, afirmou o prefeito.

Os projetos a serem desenvolvidos envolvem bairros como Nossa Senhora das Graças, Adrianópolis e Aleixo, na zona Centro-Sul; São Francisco, Petrópolis, Raiz, Japiim, na zona Sul; Redenção, Planalto e Lírio do Vale, na zona Centro-Oeste; e Ponta Negra na zona Oeste. As obras também estão previstas para atingir as áreas de influência da sub-bacia do Mindu, contribuinte da bacia do São Raimundo, sub-bacia do Igarapé do 40, contribuinte da bacia do Educandos, e sub-bacia do Gigante, contribuinte da bacia do Tarumã.

“Por muitos anos não se cuidou das camadas inferiores do solo. Isso interfere drasticamente em nossos eixos viários. Se conseguirmos resolver a drenagem na cidade, a mobilidade urbana melhora drasticamente. O que fizeram durante anos foi apenas asfaltar as ruas sem fazer drenagem. É mais fácil jogar o asfalto e ir embora. Vamos resolver esta situação. Queremos desenvolver este projeto e contamos com a ajudado governo federal para isso”, afirmou o prefeito.

O ministro das Cidades informou ao prefeito Arthur Neto que vê com bons olhos o projeto a ser desenvolvido e afirmou que os programas do Governo Federal estão sendo reelaborados para que possam ser firmados novos convênios. “Agradeço a vinda do prefeito. É um excelente projeto. Vamos dar celeridade para que possamos viabilizar o que foi proposto”, afirmou Bruno Araújo.

Nesta terça-feira o prefeito já estará em Manaus cumprindo agenda normalmente, mas disse que ficará atento ao andamento da proposta. “Vamos ficar em cima. Sabemos que eles estão arrumando a casa, mas a drenagem é de extrema importância para nós. Iremos ao Ministério das Cidades quantas vezes forem necessárias”, finalizou Arthur.

Mario Dantas