Prefeita de Ipixuna explica contrato com a Polígonos

By -

IPIXUNA-MAIS-LIMPA

A prefeita de Ipixuna, Aguimar Silvério (PR) esclare que a o contrato da prefeitura com a empresa Polígnos Ltda., feito sem licitação, ocorreu em virtude do Município se encontrar em estado de emergência e que o contrato é apenas de R$500 mil e não de R$1 milhão como foi publciado no BLOGdaFLORESTA, no dia 24 do corrente mês. Que o erro se deu na duplicidade da publicação no Diário Oficial do Município. No entanto, na publicação, a empresa foi contratada para prestar dois serviços: Coleta e destinação final dos resíduos sólidos e para Consultoria, ambos os contratos no valor de R$ 500 mil para cada serviço. A prefeita apesar de explicar que o contrato é para o primeiro serviço, não mencionou a questão da Consultoria.

” A dupla publicação feita no Diário Oficial dos Municípios foi um erro, sendo a empresa Polígonos Ltda contratada apenas para os serviços básicos de coleta de lixo”.

Em nota, ela informa que a antiga titular da cidade deixou de realizar a prestação dos serviços básicos de coleta de lixo, proporcionando grave ameaça à saúde pública e que o município não possuia contrato firmado com nenhuma empresa para prestar o serviço de coleta de lixo.

Segundo Aguimar, para resolver a situação de emergência no aterro sanitário localizado ao redor do matadouro municipal; em 09 de janeiro a prefeita decretou estado de emergência ao município de Ipixuna e contratou, baseado no Artigo 24, Inciso IV da Lei 8.666 ( que dispõe sobre a dispensa de Licitação nos casos de emergência ou de calamidade pública, quando caracterizada a urgência e a segurança de pessoas), a empresa Polígonos Ltda. para realizar o trabalho em toda a cidade no período de seis meses, no valor global de R$ 500 mil, o equivalente a R$ 83 mil.

Redação