PPS quer eleger 50 vereadores no AM, em 2016

By -

20150829_104755

Com a meta de eleger 50 vereadores e dez prefeitos no interior do Amazonas, o Partido Popular Socialista (PPS-AM) realizou, no último sábado (29), reunião de campanha de filiação, onde foram discutidas, também, as eleições de 2016. O evento, que ocorreu no Hotel Taj Mahal, no Centro, contou com a participação do tesoureiro nacional do PPS, o ex-deputado federal Régis Cavalcante.

Para o presidente regional da sigla, Guto Rodrigues, o encontro foi bastante produtivo, uma vez que ao menos 15 lideranças de municípios longínquos do Estado estiveram na reunião. ”Nós estamos na contramão desses governos que fazem ‘bandonismo’. Estamos saindo do partido de médio porte para grande. E vamos conseguir por meio dessas reuniões, mostrando que o PPS é um partido diferente, que em seus filiados têm pessoas de bem, que querem o melhor pelas suas cidades e que não aceitam jogo com governo sujo”, comentou.

Guto ressaltou que o partido vai brigar em 2016 para eleger dez prefeitos e 50 vereadores no interior do Estado. “Cidades como Fonte Boa, Manicoré, Manaquiri, Amaturá, Manacapuru, entre outras, contarão com candidaturas do PPS. E vamos lutar para que os projetos do partido se concretizem com em prol da sociedade”,disse.

20150829_105140

Para o vereador Santão, do PPS de Fonte Boa, candidato a prefeito daquela cidade, o encontro serviu para estreitar a relação com o partido que é dificultada devido à distância de Manaus ao município. “E muito importante este tipo de reunião porque podemos definir estratégias e reencontrar os amigos do partido, pois poucas vezes temos como encontrá-los devido a distância entre as cidades”, declarou o vereador.

O evento contou ainda com a participação dos diretórios municipais do PPS, da Juventude Popular Socialista (JPS), além do Diretório da Mulher. O PPS tem aproximadamente nove mil filiados em todo o Estado.

Campanha de filiação

O tesoureiro nacional do PPS, Régis Cavalcante, informou que a campanha visa buscar o cidadão brasileiro que não acredita mais na política. “Nas manifestações ouvimos muito a frase de: ‘Você não me representa’. E a gente quer resgatar o cidadão porque não fazemos parte da base desse governo podre que comanda o país há 12 anos e nem de governos corruptos. Queremos chamar a atenção da sociedade, para refazer um projeto político sério, diferente, que não concorde com corrupção. Precisamos da juventude que é o futuro deste país”, falou.

O deputado federal Hissa Abrahão não esteve no encontro na capital amazonense em razão de ter representado o partido na posse da nova diretoria da Juventude Popular Socialista do Estado de Goiás, em Goiânia (GO), ao lado do presidente do PPS, o deputado federal Roberto Freire. O evento também foi realizado no último sábado e serviu como campanha de filiação da sigla. “Fico feliz com a juventude do meu partido que não se acovarda frente à responsabilidade que lhe é devida enquanto agente transformador da sociedade”, frisou.

Mario Dantas