Povos de terreiros e igreja católica se encontram para Abraço da Paz

By -

diversidadereligiosaNa data 08 de dezembro, em que se comemora o dia da Padroeira de Manaus, Nossa Senhora da Conceição, os Povos e Comunidades Tradicionais de Terreiros de Matriz Africana do Amazonas, participam do Abraço da Paz, com líderes e membros da igreja católica. O encontro será antes da missa da padroeira, às 11h30 na Catedral Metropolitana de Manaus, Centro.

Segundo o coordenador geral da Articulação Amazônica dos Povos Tradicionais de Matriz Africana, Alberto Jorge, esse é o 12o ano que o Abraço da Paz acontece em Manaus. “É a única Catedral no Brasil que nos recebe no dia da padroeiro da cidade para um diálogo a favor da convivência religiosa com respeito e paz. Essa data é emblemática por que  para os povos de terreiros, Nossa Senhora da Conceição é Oxun, um orixá feminino das águas doces, dos rios e cachoeiras, da riqueza, do amor, da prosperidade e da beleza”.

Antes do encontro acontece uma carreata com o andor de Nossa Senhora, que parte às 8h30 do conjunto Renato Souza Pinto (Rua 07, 33 bairro Cidade Nova 1, zona Norte ) até a catedral no Centro. Durante o percurso, acontece uma parada para um manifesto em frente ao Ministério Público Federal (Av. André Araújo, Aleixo, Zona Centro-sul) sobre os ataques violentos e de intolerância religiosa praticados contra os povos de terreiros.

Após o Abraço da Paz, o cortejo segue para o Porto Ceasa, de onde sairá uma balsa em direção só encontro das águas.  No local vai acontecer a entrega do Balaio de Oxun, ou seja, uma cesta com oferendas.

Roberto Brasil