Policiais da DEP de Coari prendem pescador denunciado por estupro

By -
Joanilson foi denunciado por abusar sexualmente da enteada

Joanilson foi denunciado por abusar sexualmente da enteada

O pescador Joanilson de Moura Silva, 30, conhecido como “Boca”, foi preso por policiais civis que atuam na Delegacia Especializada de Polícia de Coari (DEP). O fato ocorreu na Rua Paraná do Boto, Comunidade Santa Luzia, no Lago Mamiá, naquele município, distante 363 quilômetros em linha reta de Manaus. 

De acordo com a delegada titular da DEP de Coari, Ana Maria Oliveira, Joanilson foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável, expedido no dia 10 de julho deste ano pela juíza de Direito do 1º Juizado Especial Cível e Criminal, Dinah Câmara Fernandes de Souza.

“Joanilson foi denunciado por abusar sexualmente da enteada, uma garota de 11 anos. Após a consumação do ato sexual ele ameaçava a criança de morte e a obrigava a ingerir remédios para evitar uma possível gravidez. A mãe da menina, ao descobrir a prática ilícita, também passou a sofrer ameaças do companheiro”, relatou a delegada Ana Maria Oliveira.

Conforme a autoridade policial, no dia 19 de junho deste ano a criança foi levada ao Hospital Regional de Coari por conta de reações adversas aos medicamentos tomados. Os assistentes sociais que trabalham no hospital entraram em contato com o representante do Conselho Tutelar daquele município, que encaminhou o caso à DEP. “Assim que tive conhecimento do fato representei o mandado de prisão”, argumentou Ana Maria.

Após dois meses de investigações “Boca” foi localizado. No entanto, no momento da prisão ele conseguiu empreender fuga e depois de uma hora de perseguição a equipe da DEP conseguiu capturá-lo. O homem foi indiciado por estupro de vulnerável e aguarda decisão da Justiça na carceragem da Delegacia de Coari.

Roberto Brasil