Policiais civis e militares participam de curso sobre situações de fuga e recaptura em área de mata

By -

CURSO RECAP_FOTOS NEY MENDES (51)

Vinte e cinco pessoas, entre policiais civis e militares, oficiais das Forças Armadas e agentes penitenciários concluiram neste sábado, 19, a primeira turma do Curso de Recaptura e Rastreamento de Fugitivos em Área de Mata (Recap), promovido pela Comissão de Capacitação, Treinamento e Desenvolvimento (CCTD) da Polícia Civil do Amazonas, em parceria com o Instituto de Ensino de Segurança Pública de Estado (Iesp-AM), desde o dia 16 deste mês.

O curso foi dividido em aulas teóricas e práticas. O conteúdo teórico foi ministrado no Campus de Ensino 2 – Delegado Aquiles dos Santos Andrade, do Iesp-AM. Nesta etapa, os participantes tiveram a oportunidade de aprender sobre o processo de acompanhamento de passos de fugitivos e introdução à doutrina do rastreamento.

Na fase prática da capacitação, os alunos puderam visualizar o funcionamento das técnicas aprendidas na fase anterior, como por exemplo, cinemática da fuga, perseguição e identificação do esconderijo de fugitivos.

 

CURSO RECAP_FOTOS NEY MENDES (176)De acordo com o presidente do CCTD e coordenador do curso, Alberto do Valle, o objetivo é capacitar os participantes no que diz respeito a situações de fuga de presídios e captura de foragidos, tendo como cenário a região amazônica.

“Aqui, na capital, a maioria dos presídios é próxima às áreas de mata. No interior, a realidade é bem parecida, pois a maioria das delegacias também funciona como presídio. Esse curso irá qualificar os alunos de modo que se tornem aptos a atuar em situações de fuga de detentos”, ressaltou o coordenador.

Um dos participantes, o delegado titular da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), Antônio Rondon Júnior, ressaltou a importância da capacitação para o andamento das atividades da unidade policial que coordena.

 

CURSO RECAP_FOTOS NEY MENDES (133)

“Quando soubemos do curso, enxergamos a importância dele para nossos policiais. Estamos muito satisfeitos com o que estamos aprendendo. Fica aqui o nosso agradecimento a esta gestão, que está preocupada em qualificar os policiais”, disse.

As aulas foram ministradas pelo agente penitenciário da Secretaria de Estado da Justiça do Ceará (Sejus-CE), Paulo José Rodrigues, e pelo diretor do Grupo de Apoio Penitenciário do Ceará (Gape-CE), Adriano Citó.

De acordo com Adriano, apesar das diferenças em relação ao cenário amazônico, as técnicas utilizadas nas situações de fuga no estado localizado na região Nordeste podem ser utilizadas com sucesso aqui no Amazonas.

A previsão da CCTD é que outras quatro turmas sejam formadas ainda em 2015. Segundo Alberto do Valle, a segunda edição do curso será realizada entre os dias 28 e 30 de setembro e as próximas estão programadas para os meses de novembro e dezembro.

Áida Fernandes