Polícia tenta descobrir quem levou casa flutuante em Manacapuru

By -

Segundo a proprietária, o local havia passado por uma reforma e pintura do antes dele ser levado (Foto: Divulgação)

A equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru pede a colaboração da sociedade para localizar casa flutuante furtada de uma localidade conhecida como “Prainha”, às margens do Rio Solimões, em frente à sede daquele município, distante 68 quilômetros em linha reta de Manaus.

De acordo com o delegado interino da DIP de Manacapuru, João Batista Flores, o crime aconteceu na madrugada de quarta-feira, dia 12, por volta das 3h, segundo Boletim de Ocorrência (BO) registrado pela estudante Cleiciane Meireles de Oliveira, 20, neta da agricultora Zilma de Oliveira, 75, dona do imóvel.

“A informação é que dois homens e uma mulher levaram a casa flutuante do local, utilizando um barco de grande porte. As investigações em torno do caso já estão em andamento”, informou.

João Flores disse, também, que na última segunda-feira, dia 10, a proprietária da casa havia terminado o trabalho de reforma e pintura do imóvel e, na noite seguinte, terça-feira, dia 11, todos os móveis, eletrodomésticos, alimentos e equipamentos de pesca foram furtados do local.

“A família marcou para transportar o flutuante para a orla da sede de Manacapuru na manhã de quarta-feira, dia 12, e colocá-lo a venda. Quando chegaram o imóvel não estava mais”, explicou.

O delegado enfatizou, ainda, que a casa flutuante está avaliada em R$ 20 mil, de acordo com informações da agricultora Zilma de Oliveira. Nesta quinta-feira, dia 13, João Batista Flores disse que enviou uma equipe de investigadores para apurar a informação de que o imóvel estaria na região do Tarumã, zona Oeste de Manaus, nas proximidades da Ponta Negra. “Iremos averiguar toda informação que chegar sobre o caso, até elucidarmos esse crime”, declarou.

Quem puder colaborar com informações sobre a localização do imóvel furtado, entrar em contato com os policiais civis da equipe da DIP de Manacapuru pelo número de telefone: (92) 3361-2379. “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu o delegado.

(Com PORTAL A CRÍTICA)

Roberto Brasil