Polícia procura mulher envolvida em latrocínio

By -

procurada-pela-policiaA Polícia Civil do Amazonas, por meio da delegada adjunta da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Rita de Cássia Tenório, solicita a colaboração de todos na divulgação da imagem de uma mulher procurada por envolvimento em latrocínio que teve como vítima Benilson Tavares de Souza. O crime aconteceu na manhã do dia 25 de abril de 2015, por voltas das 8h, na Rua Barão de Indaiá, bairro Flores, zona Centro-Sul da cidade, no momento em que a vítima, que tinha 24 anos, estava a caminho do trabalho.

De acordo com a autoridade policial, no dia do crime a infratora, ainda não identificada pela polícia, abordou a vítima, que estava com Luciano Alves dos Santos, 26, em uma motocicleta. A mulher estava dentro de um carro, modelo Corsa, de cor cinza escuro, quando anunciou o roubo. Na ocasião, a infratora estava acompanhada de um homem, que estava no banco traseiro do veículo e apontou uma arma de fogo em direção às vítimas.

“Os infratores teriam ordenado que Luciano e Benilson deitassem no chão. Benilson não desceu da motocicleta e tentou reagir ao roubo, acelerando a motocicleta na tentativa de escapar do delito, porém acabou alvejado e veio a óbito. Após o disparo, a dupla fugiu do local levando os capacetes e a mochila de Benilson, que Luciano carregava nas costas. A testemunha relata não saber o que havia de valor na mochila, além do celular do colega, pois Benilson teria pedido para Luciano guardar o aparelho durante o trajeto até o trabalho”, explicou Rita de Cássia.

Conforme a delegada, a mulher que está sendo procurada por envolvimento no crime possui as seguintes características: pele branca, aparência entre 20 e 25 anos, cerca de 1,70 metro de altura e pesa aproximadamente 60 quilos.

Quem puder colaborar com informações que levem à identificação e ao paradeiro da infratora entrar em contato com a equipe da Derfd pelo número do disque-denúncia da especializada: (92) 99148-5290. Também disponibilizamos o 181, da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM). A Polícia Civil assegura o sigilo da identidade dos informantes. 

Roberto Brasil