Polícia Militar reavalia cães policiais

By -
A iniciativa faz parte do calendário de atividades da Cia P. Cães

A iniciativa faz parte do calendário de atividades da Cia P. Cães

A Polícia Militar do Amazonas iniciou nesta terça-feira (24) o ciclo de reavaliação de seus cães policiais. Atualmente 28 cães atuam no policiamento da Capital e do interior por meio da Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cia P. Cães), unidade do Comando de Policiamento Especial (CPE), sob o Comando do 2º Tenente PM Simão Louzada Bulbol. O aprimoramento da técnica utilizada pela PMAM envolve também os treinadores, policiais militares preparados para atuar na segurança, proteção e guarda da sociedade.

A iniciativa faz parte do calendário de atividades da Companhia que, a cada trinta dias faz o monitoramento, a fim de detectar e corrigir deficiências e aprimorar ou fortalecer as que mais se destacaram durante as operações onde os animais entraram em ação no decorrer do ano.

caes-pmam-treinamento02“Fazemos este procedimento como forma de mantermos sempre em guarda os nossos animais, que, como todo policial militar necessita destas reavaliações para continuarmos oferecendo um serviço policial de excelência, primordial e tecnicamente capacitada para as respostas que a sociedade amazonense sempre espera e confia por parte da Polícia Militar”, considerou o 2º Tenente Bulbol que está à frente da Cia de Cães desde 2013 e já conhece as características mais apuradas de cada animal.

A avaliação adota e renova atividades como a Capacidade de Obediência, onde o animal observa a hora exata de latir, sentar, deitar e manter atenção intuitiva, assim como, redimensiona o momento da Intervenção, ou seja, quando o cão deve imobilizar e deter infratores e infrações, teve início na manhã desta terça-feira (24) e primeiramente, os Cães de Faro,  três Pastores Belgas ou Malinois, de idade entre 4 e 5 anos, passaram por exames e observações em suas atividades de cão policial militar que faz varredura nas buscas de drogas em embarcações, aeroportos, portos e locais confinados.

caes-pmam-treinamento03O mesmo procedimento foi feito com os Rottweiller e os Pastores Belgas (Malinois), adestrados para auxiliar o Grupamento de Manejo de Artefatos Explosivos na detecção

de bombas ou similares. Também os cães policiais de guarda e proteção, os que atuam no policiamento e patrulhamento nos protestos populares, distúrbios civis ou outras manifestações, acompanhando as operações para inibir infrações e infratores entre outras atividades urgentes da Polícia Militar.

A Companhia de Policiamento com Cães da Polícia Militar foi desmembrada em 2005 do Batalhão de Choque e atualmente é composto por 28 animais aptos e qualificados entre os melhores cães policiais do Norte do Brasil.

Roberto Brasil