Polícia Militar emite nota sobre rebelião em presídio de Tefé

By -
A rebelião durou 10 horas  por contas de mudanças feitas pela nova administração da unidade

A rebelião durou 10 horas por conta de mudanças feitas pela nova direção da unidade

A Diretoria de Comunicação Social da Polícia Militar do Amazonas, em resposta ao fato ocorrido na Unidade Prisional do município de Tefé, informa que a rebelião iniciada na manhã deste sábado (4), foi negociada pelo Capitão PM Vanderley e encerrada as 15h40, logo após a chegada da tropa do 1º Batalhão de Policiamento de Choque (1º BPChoq) ao local. Além do efetivo de policiais militares do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o Comando de Policiamento Especializado (CPE) enviou 15 policiais militares do 1º BPChoq para reforçar o policiamento.

Segundo informações do Comandante do Comando de Policiamento Especializado, Tenente-Coronel PM Cleitman, neste momento a tropa de Choque finaliza a contagem dos detentos que iniciaram a rebelião insatisfeitos com as mudanças realizadas pela nova direção, como a suspensão do banho de sol e as mudanças nos horários de visitas.

O Capitão PM PM Vanderley negociou a liberação dos cinco detentos que estavam sendo mantidos reféns, eles estavam com escoriações superficiais pelo corpo, um deles sofreu um desmaio durante o ocorrido e foi conduzido ao hospital local. Todos passam bem.

O Tenente-Coronel PM Cleitman afirma ainda que a Unidade Prisional conta com 130 detentos e que a tropa do 1º BPChoq continua no local para manter a ordem pública no município de Tefé.

Roberto Brasil