Polícia Federal apura 14 denúncias de crimes eleitorais no 2º turno

By -

Órgãos de segurança atualizaram balanço de ocorrências durante o pleito (Foto: Álisson Castro/Divulgação)

Durante coletiva de imprensa, concedida na tarde deste domingo (27) de eleição, o chefe da Unidade de Combate e Repressão a Crimes Eleitorais da Polícia Federal (PF-AM), Marcelo Bertolucci, informou que o órgão já recebeu 14 denúncias de crimes, que estão sendo apurados em todo o Estado.

“São ocorrências de ofício nossas e também encaminhadas pela Polícia Civil e pela Polícia Militar. Tem um caso em Novo Aripuanã de transporte irregular de eleitores em que a pena pode chegar a seis anos, logo, neste caso as atribuições ficaram a cargo da Polícia Federal porque ficam a cargo da Polícia Civil os casos em que as penas chegam a dois anos”, afirmou Bertolucci.

Para o chefe da Unidade da Polícia Civil, a eleição está tranquila no Amazonas. “Como a Policia Federal tem entre suas atribuições de policia judiciária eleitoral, nos meus vinte anos de delegado já trabalhei em dez ou doze eleições, então está muito calmo, não sei se é porque se trata de eleições suplementares, e tem poucos candidatos. A praxe é termos centenas de ocorrências”, frisou.

O delegado geral da Polícia Civil, Frederico Marinho Mendes, afirmou que a corporação já atuou em cinco ocorrências, todas no interior do Estado, sendo os fatos mais grave em Itacoatiara, onde houve confronto entre simpatizantes dos candidatos que disputam o segundo turno e em Presidente Figueiredo uma suspeita de compra de votos. Outra ocorrência foi registrada em Novo Aripunã, onde a Polícia Civil flagrou transporte ilegal de eleitores e boca de urnas.

“Uma ocorrência diz registrada e, Presidente Figueiredo que esta sendo apurada e respeito de requisição de combustível, onde foram feitas prisões, naturalmente está em fase de procedimento e, caso se confirme, será feito um TCO um inquérito policial. Em Itapiranga e Maraã registramos duas infrações por desobediência e embriagues, uma em cada município. Em Itacoatiara, uma ocorrência ainda esta sendo apurada, onde houve um embate entre integrantes de coligações, logicamente, causando lesões corporais quês esta sendo apurado também. Um das situações mais preocupantes e mais grave foi o transporte irregular e boca de urna registrados em Novo Aripuanã que, num primeiro momento, foi feito pela Polícia Civil e, em seguida, foi encaminhada a Polícia Federal”, afirmou o delegado geral.

Por sua vez, o comandante da Polícia Militar do Amazonas David Brandão informou que até o inicio desta tarde, está tudo tranquilo.

D24AM

Roberto Brasil