Polícia Civil tenta localizar e prender mulher investigada por estelionato

By -

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da delegada Alynne Lima, titular do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), solicita a colaboração de todos na divulgação da imagem de Tatiana Colares de Souza, 40, procurada por estelionato.

De acordo com a autoridade policial, que está à frente do caso, uma mulher de 37 anos procurou os servidores da delegacia e relatou que em dezembro de 2016 Tatiana vendeu nove passagens aéreas para ela, por meio de um aplicativo de mensagens instantâneas. A vítima efetuou o pagamento, via depósito, no valor de R$ 1.610 mil, porém não obteve as passagens.

“Após esse fato, Tatiana foi denunciada em novembro deste ano, por uma mulher de 48 anos, que nos contou ter recebido uma ligação de uma empresa de crédito na cidade, informando que a análise de crédito solicitada havia sido aprovada. Na ocasião, a infratora conseguiu realizar um empréstimo no valor de R$ 40.612,50, utilizando documentos falsos com o nome da vítima”, explicou a titular do 16º DIP.

Lima ressaltou que, diante do primeiro caso, representou junto à Justiça mandado de prisão em nome da infratora, expedido no dia 22 de março deste ano, pelo juiz Genesino Braga Neto, da 10ª Vara Criminal.

“Peço às pessoas que tenham sido vítimas de Tatiana para formalizarem a ocorrência no prédio do 16º DIP, situado na rua Libertador, bairro Nossa Senhora das Graças, nas dependências do 22º DIP. Quem puder colaborar com informações que ajudem a equipe do 16º DIP a localizar e prender a infratora, entrar em contato pelos números de telefone da unidade policial: (92) 3664-7177 ou 99962-4451”, declarou a delegada Allyne Lima.

Para concluir, a titular da unidade policial informou que delações também podem ser feitas ao número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu a delegada.

Roberto Brasil